Menu
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Codeshare e programas de fidelidade

Azul anuncia parceria com Copa Airlines e mira expansão de suas fronteiras na América Latina

Plano vai permitir que os clientes Azul se conectem com 80 destinos em 32 países nas Américas do Norte, Central, do Sul e do Caribe

8 de novembro de 2018
15:20 - atualizado às 15:45
Acordo permite que a Azul adicione seu código aos voos da Copa que partem e chegam da Cidade do Panamá - Imagem: Shutterstock

A Azul deu mais um passo dentro do seu plano de expansão de negócios na América nesta quinta-feira, 8, com um projeto que pode animar seus acionistas. A companhia aérea fechou um acordo com a Copa Airlines para o chamado codeshare, que compartilha os códigos de voos das duas empresas em voos partindo do Panamá.

O projeto prevê que a Azul adicionará seu código aos voos da Copa que partem e chegam da Cidade do Panamá, permitindo a conexão de seus clientes com 80 destinos em 32 países nas Américas do Norte, Central, do Sul e do Caribe.

Além disso, no Brasil, os clientes da Copa poderão usufruir da malha da Azul, que atualmente voa para 101 cidades brasileiras. Vale lembrar que 52 desses destinos não são servidos por nenhuma outra companhia aérea brasileiras, o que garante a hegemonia da Azul nas rotas alternativas.

O acordo ainda precisa ser aprovado pelas autoridades reguladoras. Junto com a parceria, as aéreas também lançaram um acordo entre seus programas de fidelidade. Clientes do TudoAzul e do ConnectMiles poderão acumular milhas quando voarem por qualquer uma das duas empresas.

Em dezembro, clientes também poderão resgatar os pontos acumulados nas duas companhias aéreas.

E você leitor e acionista, o que achou das novidades da Azul?

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu