Menu
2019-05-23T14:21:57+00:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
Cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Gigantes do mundo da beleza

Avon e Natura devem manter marcas e estrutura comercial independente após fusão

Após a união de Avon e Natura, as empresas manterão duas sedes e devem buscar sinergia operacionais, com produção e distribuição de cosméticos

23 de maio de 2019
14:21
avon-natura
Imagem: Shutterstock / Montagem SD

Natura e Avon vão manter sedes, marcas e estratégias comerciais separadas após a fusão. Em conferência com jornalista na manhã desta quinta-feira (23), o presidente-executivo do conselho de administração da Natura & Co, Roberto Marques, disse que a sinergia entre as empresas será basicamente operacional, abrangendo manufatura e distribuição.

Mesmo com a separação das empresas, a Natura acredita que fusão facilitará a vida das mais de 500 mil consultoras que já atuam com as duas marcas. A expectativa é de que a maior proximidade entre elas traga um aumento espontâneo no número de consultoras que escolhem trabalhar com os dois produtos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A compra da Avon pela Natura foi anunciada nesta quarta-feira (23), após o fechamento do mercado.

O negócio envolve a troca de ações das companhias. Acionistas da Natura & Co terão 76% da nova empresa e os da Avon ficarão com 24%. A nova holding será o 4º maior grupo de beleza do mundo, com um faturamento anual superior a US$ 10 bilhões, atuando em 100 países. O grupo também conta com as marcas The Body Shop e e Aesop, adquiridos em 2017.

Para ser concluída, a transação agora deve passar pelo crivo dos acionistas das duas empresas e pelos trâmites legais dos órgão regulatórios competentes. A meta é que o negócio seja concluído no início de 2020.

A Natura ainda discute o passo-a-passo para a emissão de um ticket próprio de recibo de ações (ADR) na Bolsa de Nova York. Segundo o vice-presidente de finanças da companhia, José Antonio Filippo,  a empresa também discute se a Avon continuará listada na Bolsa de Nova York.

Mercado Internacional

A Natura espera que a maior parte da receita da nova holding venha de fora, representando 68% das vendas. A capacidade de expansão da Natura para novos mercados foi citada como um dos grandes motivadores da aquisição da empresa, aproveitando as unidades da Avon espalhadas pelo mundo para também levar os seus produtos e melhorar a qualidade dos serviços e plataformas disponíveis de atendimento.

A Avon possui grande capilaridade, com presença forte e consolidada via venda direta na Turquia, Leste Europeu, África do Sul e Sul da Ásia. A Natura busca então potencializar sua estratégia de venda com o apoio de lojas físicas, estratégia adotada desde 2016, e a modernização e expansão do e-commerce.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

O CLIMA ESQUENTOU

Bolsonaro ameaça demitir Levy por nomeação de diretor que trabalhou no governo PT

Na sexta-feira, 14, durante café da manhã com jornalista, Bolsonaro demitiu o presidente dos Correios, general Juarez Cunha

RALI

Nada de Bitcoin: criptomoeda que valorizou 330% em 2019 tem outro nome

Segundo analistas, há pelo menos duas razões claras para o movimento de alta do Litecoin. Entenda o que está causando esse fenômeno

ENTREVISTA

“Não vou impor uma solução e destruir a reforma”, diz Samuel Moreira

Relator da proposta conta ter abdicado inclusive de convicções próprias em favor da construção de um texto com apoio suficiente das lideranças

NOS TRILHOS

Rumo avaliará participar de Fiol e Ferrogrão

Ferrovias estão entre os mais importantes projetos ferroviários para o escoamento de commodities, como grãos e minério de ferro, do Brasil

BOMBOU NA SEMANA

MAIS LIDAS: Sai da minha aba, Estado

O Estado é aquele gigante metido que mais atrapalha do que ajuda. Os empreendedores precisam tirar ele do seu caminho. Confira as mais lidas da semana no Seu Dinheiro

O FRUTO DA CANNABIS

Cofres cheios de verde: Colorado atinge US$ 1 bilhão em arrecadação com maconha

Pioneiro na legalização do comércio da erva, estado americano comemora cifra e quer atrair empresas para expandir e lucrar ainda mais com o setor

MAIS UM PRA CONTA

Bolsonaro demite terceiro militar em uma semana

Segundo o presidente, Cunha “foi ao Congresso e agiu como sindicalista” ao criticar a privatização da estatal e tirar fotos com parlamentares da oposição

"Cash is king"

O risco “oculto” que deixa até famílias ricas sem dinheiro para pagar as contas

Já pensou ter milhões em imóveis, mas nem um tostão para o dia a dia? A falta de liquidez é um vilão até para os mais ricos. Saiba como fugir dessa armadilha

Olha ele aí

Michael Klein confirma compra de 1,6% de ações da Via Varejo em leilão da B3

Com o movimento, Klein agora se torna o maior acionista de referência da companhia de varejo

De costas para o ministro

Ramos: não nos contaminaremos pela fala de Guedes num momento bom da reforma

Ministro da Economia, Paulo Guedes, fez críticas nesta sexta-feira, 14, aos deputados depois da apresentação do relatório da reforma

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements