Menu
2019-04-17T08:20:30+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Cada vez mais difícil

Avianca pode perder mais dez aviões; Latam teme fim da companhia

Em recuperação judicial desde dezembro, a companhia deve cerca de US$ 150 milhões para as arrendadoras das aeronaves, além de R$ 2,7 bilhões para outros credores

17 de abril de 2019
8:19 - atualizado às 8:20
Avianca
Aeronave da Avianca - Imagem: shutterstock

A Avianca Brasil deve perder mais dez aviões até o início da próxima semana por causa de inadimplência com as donas das aeronaves, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a reportagem, os passageiros cujos voos foram cancelados estão sendo realocados em voos da Gol e da Latam — que nos últimos quatro dias transportou 3 mil passageiros que haviam comprado passagem da Avianca.

Os cancelamentos fazem parte de uma novela que vem se arrastando nos últimos meses — a Avianca está em recuperação judicial desde dezembro. Só na última sexta-feira, 12, por exemplo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) cancelou a matrícula de outros dez jatos operados pela companhia aérea. O motivo era o mesmo.

A empresa, então, teve de cancelar mais de 300 voos e está proibida de vender passagens para as rotas afetadas.

Em recuperação

A Avianca deve cerca de US$ 150 milhões para as arrendadoras das aeronaves, além de R$ 2,7 bilhões para outros credores. A Aircastle, uma das arrendadoras, negocia com a Latam para passar parte da frota retirada da Avianca para a empresa.

Ainda assim, a situação é preocupante também para a Latam, que que se comprometeu a ficar com parte dos ativos da concorrente endividada em um leilão marcado para 7 de maio. O receio é de que a Avianca não consiga chegar à data operando, de acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

“Queremos que ela (Avianca) esteja operando quando o leilão ocorrer, mas vejo um risco, sim (de isso não acontecer)”, disse Jerome Cadier, presidente da Latam, ao jornal.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Cancelamentos

A Avianca também anunciou nessa terça-feira, 16, o cancelamento de 51 voos que estavam programados para o domingo de Páscoa. Desde o último sábado, outros 329 voos já foram suspensos, após a empresa ter de devolver dez aviões para uma das arrendadoras.

Em janeiro, a companhia anunciou que os voos para Nova York, Miami e Santiago seriam descontinuados a partir de abril. No mês passado, a Avianca informou que 21, das suas 53 rotas domésticas, seriam canceladas.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements