Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-07-22T19:38:04+00:00
O Seu Dinheiro na sua noite

Atrás do trio elétrico

22 de julho de 2019
19:38
O Melhor do Seu Dinheiro
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Questionado certa vez sobre quem seria o “novo Caetano Veloso”, o cantor e compositor baiano respondeu: “o novo Caetano Veloso sou eu.”

Na época, a música popular brasileira apresentava uma renovação com nomes como Lenine, Zeca Baleiro e, principalmente, Chico César. O paraibano era apontado como o principal candidato a herdar o trono do baiano, graças a sucessos como “À Primeira Vista” e “Mama África”.

Se fosse uma ação, Caetano seria aquela que já subiu bastante e tem uma posição de liderança consolidada. Chico César seria a que traz um produto novo e com potencial de ganhar o mercado das marcas estabelecidas.

Difícil estabelecer uma comparação quando se trata de gostos pessoais. Mas se levarmos em conta um critério objetivo, como o número de execuções no Spotify, quem “investiu” em Caetano se deu melhor do quem apostou em Chico César.

A discussão sobre se uma ação está cara ou barata é constante na bolsa. Ainda mais nesses tempos de rápida mudança nos hábitos do consumidor.

Vejamos o caso dos frigoríficos e empresas de proteína animal. As ações do setor, como JBS BRF, estão entre as maiores altas do ano entre as que fazem parte do Ibovespa, o principal índice da bolsa.

Quem ficou de fora desse rali e pensa em investir deve estar em busca de outras ações com potencial de alta. Mas para os analistas do Itaú BBA, as “novas” JBS e BRF são elas próprias. Isso significa que ainda dá para correr atrás desse trio elétrico, como mostra esta reportagem do Victor Aguiar.

Patina, mas sobe

Eu poderia muito bem copiar o texto de mercados de qualquer outro escrito nos últimos dias. Os investidores seguem com o dedo no gatilho, mas ainda não sabem ao certo se disparam “compra” ou “venda”. Na falta de novidades sobre a reforma da Previdência ou nas disputas comerciais e geopolíticas do governo americano, a bolsa segue patinando, mas hoje encontrou espaço para engatar uma pequena alta. Saiba mais sobre o dia dos mercados na nossa cobertura.

De volta para o futuro

Vem aí a próxima geração da telefonia celular. Trata-se da tecnologia 5G, que vai substituir a rede que leva os dados que compartilhamos em aplicativos como WhatsApp e Facebook. A expectativa é que o leilão das frequências, previsto para acontecer no começo do ano que vem, movimente cerca R$ 20 bilhões. Mas a importância do 5G vai além das cifras e tem o potencial de mudar toda a forma como nos relacionamos com a tecnologia. Quer saber como? Então confira essa entrevista com Vicente Aquino, conselheiro da Anatel.

Onde está o dinheiro?

Quando a situação aperta, a gente já sabe. É hora de cortar aquele almoço fora nos fins de semana, ou aquela carne de primeira no churrasco com os amigos, ou até mesmo a cervejinha no bar. Assim como você, o país passa por apertos e não é de hoje. Para cumprir a meta fiscal, o governo anunciou que vai segurar R$ 1,4 bilhão do Executivo e mais uma boa grana dos demais Poderes. A razão para tal medida é simples, mas, no contexto atual, houve um fator especial que estimulou o contingenciamento, como mostra o Eduardo Campos.

Hakuna Matata

Quem me acompanha há algum tempo aqui no Seu Dinheiro sabe da minha paixão por cinema. Ainda não consegui me programar para acompanhar o remake do clássico O Rei Leão com meus filhos, mas já andei lendo que a nova versão não agradou muito os críticos. Mas os investidores no mercado financeiro não dão muita bola para os especialistas, principalmente quando o público também não liga. O Victor Aguiar fez uma “crítica financeira” sobre as bilheterias e as ações da Disney nas savanas da bolsa de Nova York. Vale a pena a leitura!

Olha o que ele (não) fez

Agora uma breve provocação: você sabe me dizer o que Jair Bolsonarofez de bom desde o início do governo? O Datafolha fez a mesma pergunta em uma pesquisa e constatou que, para 39% da população, o presidente não fez “nada” nesses seis meses que fosse digno de nota. Outros 19% responderam “não saber” quais medidas favoráveis foram tomadas pelo capitão. Mais do que um julgamento sobre o governo, os números mostram que a comunicação ali em Brasília tem espaço para melhorar. Saiba mais sobre o levantamento.

Guerra? Que guerra?

Você já deve ter lido, inclusive aqui no Seu Dinheiro, sobre o tal “risco geopolítico”. Ou seja, da possibilidade de que um conflito armado ou comercial envolvendo os Estados Unidos coloque fim ao período de bonança nos mercados. Na coluna desta semana, o Ivan Sant’Anna nos lembra que crise e mercado financeiro vivem quase sempre juntos. Mas ele não espera nem um agravamento nas disputas entre o país de Donald Trump com a China nem uma possível guerra com o Irã. Saiba as razões no texto (como sempre imperdível) do Ivan.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

lista vip

BNDES divulga nomes de compradores de jatinhos da Embraer

Na última quinta, Bolsonaro disse que revelaria quem comprou jatinhos com recursos do banco estatal e fez referência ao apresentador Luciano Huck, que havia criticado o governo

Mais perdas

Ibovespa abre em queda de mais de 1%, pressionado pelo exterior, e volta aos 98 mil pontos

O Ibovespa tem mais um dia de desempenho negativo, ainda afetado pela maior aversão ao risco no exterior. O dólar à vista segue na faixa de R$ 4,06

tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Dólar a R$ 4? Acostume-se…

Um conjunto de forças paralelas puxa as cotações das moedas do mundo para um lado e para o outro. São as taxas de juros, perspectivas de crescimento das diferentes nações, apetite das empresas por negócios internacionais, crises políticas em todos os cantos do mundo e até mesmo o Twitter de autoridades como Donald Trump. Com […]

dinheiro no caixa

B2W propõe aumento de capital de R$ 2,5 bi

Serão 64 milhões de novas ações ordinárias, ao preço de R$ 39; empresa quer acelerar o processo de transformação rumo a uma plataforma digital híbrida

subiu o tom

Maior acionista da Oi pede troca de presidente

Gestora de investimentos GoldenTree Asset Management manifestou preocupação com as finanças da operadora e pediu saída de Eurico Teles

crise no posto ipiranga

Lava Jato ignorou repasse de Guedes em denúncia contra empresa de fachada, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, força-tarefa detectou pagamento de R$ 561 mil, mas só acusou outras firmas

sem dinheiro

Receita pode parar sistema de CPF e restituição

Arrecadação de tributos, emissões de certidões negativas, controle aduaneiro e operações de comércio exterior também serão afetados, assim como o envio de cartas de cobrança aos devedores do fisco

de mudança

Governo confirma que Coaf vai para o BC via Medida Provisória

Segundo porta-voz, Coaf será uma “unidade de inteligência financeira” que não perderá o caráter colaborativo com outros órgãos e manterá o perfil de combate à corrupção.

olho na vale

CVM abre inquérito contra executivos da Vale por tragédia de Brumadinho

Investigação é sobre deveres dos executivos em relação a acionistas e investidores; rompimento da barragem matou 248 pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements