Menu
2019-04-05T15:40:11+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Alô reforma!

Alcolumbre diz que criará comissão para acompanhar a PEC da Previdência

Presidente do Senado sinalizou que o colegiado deve ser formalizado nesta quinta-feira; Tasso Jereissati (PSDB-CE) deve ser o relator

14 de março de 2019
14:31 - atualizado às 15:40
davi-alcolumbre
Para o presidente do Senado, o debate sobre a reforma da Previdência tomou corpo entre os parlamentares - Imagem: Antônio Cruz/Agência Brasil

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse nesta quinta-feira, 14, que a comissão especial de acompanhamento da reforma da Previdência da Casa será criada nesta data e terá como relator o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). O presidente da comissão será o senador Otto Alencar (PSD-BA). A intenção é que os senadores da comissão acompanhem o andamento da matéria ainda durante a tramitação na Câmara.

"Já recebi o modelo da constituição da comissão especial. Já tenho os nomes dos indicados dos partidos e vou fazer a indicação hoje. Vou assinar o ato hoje", disse a jornalistas.

Ele não informou o nome dos integrantes do grupo. A comissão deverá ser instalada na próxima terça-feira, 19, quando terá sua primeira reunião oficial.

Alcolumbre voltou a afirmar que a comissão especial era desejo dos senadores, que agora poderão fazer encontros com líderes partidários da Câmara e debater a proposta. "Teremos na semana que vem a primeira reunião dos membros para delinearmos a conduta que nós vamos proceder em relação a essa comissão de acompanhamento", explicou.

Defesa da reforma

O presidente do Senado disse ainda que o debate em relação à reforma tomou corpo, e a sociedade e os parlamentares compreenderam sua importância. "Se não fizermos (a reforma), o Brasil se tornará um caos econômico, fiscal e social. É preciso trazermos a confiança de volta, porque esta reforma não só proporcionará equilíbrio do ponto de vista fiscal e social, mas dará sinal claro para outros países que querem investir no Brasil."

Junto, mas separado

Alcolumbre também afirmou que foi acordado com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que a proposta que deverá alterar as regras para a previdência dos militares vai caminhar junto com a da reforma da Previdência, mas será votada depois dela. O acordo, explicou, foi um compromisso que ele e Maia fizeram com os militares.

"Se a reforma for votada pela manhã, o projeto de lei dos militares vai ser votado à tarde. Se for votado num dia a reforma da Previdência, a dos militares vai ser no outro dia. Uma coisa é certa: o compromisso que nós assumimos nós vamos honrar", afirmou a jornalistas pela manhã. Ele ainda disse que "amanhã ou no máximo segunda-feira esta matéria chega na Casa".

Na segunda-feira, 11, líder do PSL na Câmara, delegado Waldir, afirmou que ficou estabelecido, em um diálogo com Maia, que a reforma dos militares só será votada no plenário da Câmara após a votação da PEC da Nova Previdência. Waldir, no entanto, não soube explicar se essa votação da PEC será no primeiro turno ou apenas no segundo.

*Com Estadão Conteúdo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Será que vem mudança?

Bolsonaro quer mecanismo para reavaliar patrimônio declarado no IR

Temática do projeto seria a reavaliação de patrimônios que “normalmente são declarados com valores históricos”

Agora passou!

Senado aprova MP que abre setor aéreo a capital estrangeiro

Senadores mantiverem o conteúdo como saiu da Câmara, retomando a franquia gratuita de bagagem

Foi por pouco

Câmara aprova texto base da MP da reforma administrativa

Votação de modificações como a volta do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Economia será feita separadamente

E vai adiando...

Maia assina prorrogação de envio de emendas para reforma da Previdência

Prazo de envio das emendas já havia sido postergada, mas dependia de um ato oficial do presidente da Casa

Crypto News

Falsatoshi ataca novamente

Piada da vez com Craig Wright foi ele dar entrada no pedido de direitos autorais do código original do Bitcoin e de seu white paper

Seu Dinheiro na sua noite

15 anos esta noite

Um dos grandes marcos do mercado de capitais brasileiro está para completar 15 anos. Trata-se da oferta de ações da empresa de cosméticos Natura. A abertura de capital aconteceu no dia 26 de maio de 2004 na antiga Bovespa – bem antes da fusão com a BM&F e da mudança de nome para B3. Desde […]

Estatal fará follow on

Petrobras bate o martelo: irá reduzir sua fatia na BR Distribuidora para menos de 50%

A Petrobras irá diminuir sua participação na BR Distribuidora por meio de uma oferta pública secundária de ações (follow on), mas a fatia exata a ser vendida ainda não foi definida

Investimento mais que bem-vindo

Fiat Chrysler vai investir R$ 500 milhões em nova fábrica de motores em Betim (MG)

Nova linha será instalada ao lado do prédio onde já funciona a fábrica de motores aspirados e pode gerar 1,2 mil empregos

Cedendo à pressão

Governo diz que vai apoiar reforma tributária do Congresso

Secretário da Receita Federal disse que o Executivo irá opinar sobre as medidas em “momento oportuno” na Comissão Especial

Proposta própria do Congresso

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da reforma tributária

Proposta de emenda à Constituição é uma iniciativa da própria Casa, que decidiu não esperar o envio do texto do governo sobre o tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements