Menu
2019-05-01T09:07:29+00:00
QUE VISTA

Airbnb terá dez andares no Rockefeller Center, em NY

A operação será semelhante à operação de um hotel, com lobby dedicado, restaurante, bar e centro de convenções.

1 de maio de 2019
9:07
Rockefeller Center, em Nova York
Rockefeller Center, em Nova York - Imagem: Shutterstock

O Airbnb anunciou que transformará 200 quartos espalhados por 10 dos 75 andares do Rockfeller Plaza, em Nova York, em acomodações que poderão ser alugadas pelo aplicativo de hospedagem.

A operação será semelhante à operação de um hotel, com lobby dedicado, restaurante, bar e centro de convenções.

Segundo o Wall Street Journal, as hospedagens ocorrerão nos andares mais altos do prédio - o objetivo é usar a vista para atrair turistas. Será possível observar a catedral de San Patrick, o Empire State e a pista de patinação do gelo, que é ativada perto do Natal.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Em março, o Airbnb comprou por US$ 463 milhões o HotelTonight, site de reservas de quartos - é a maior compra da história da empresa. O objetivo do Airbnb era oferecer mais reservas de quartos de hotéis, estratégia reforçada com o anúncio de quartos no Rockfeller Plaza.

A oferta de quartos no ponto turístico será feita em uma parceria entre Airbnb e RXR Realty LLC, uma das principais empresas imobiliárias de Nova York.

A parceria também tenta legitimar a presença do Airbnb em Nova York, que tem leis severas em relação ao aluguel de residências. Na cidade, é proibido o aluguel de casas e apartamentos por menos de 30 dias sem a presença do residente do local. O Airbnb e a RXR planejam outras parcerias do tipo na cidade.

Hotel. Enquanto o Airbnb quer ficar mais próximo a um hotel, a rede de hotéis Marriott quer ficar mais parecida com o Airbnb. A rede oferecerá serviços nos moldes da rede de compartilhamento de hospedagem. O novo serviço, chamado Homes & Villas, estará disponível inicialmente na Europa e, depois, nos EUA, segundo o The Wall Street Journal.

O programa deve ser lançado semana que vem. Segundo o jornal, serão oferecidas 2 mil hospedagens de luxo em mais 100 cidades. A noite em um quarto compartilhado deverá custar a partir de US$ 200 e chegar até US$ 10 mil. Os hóspedes poderão ainda resgatar pontos no aluguel e usar em um programa de fidelidade.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

O HOMEM MAIS RICO

Jeff Bezos: paciência para esperar o lucro da Amazon fez o maior bilionário do mundo

Como o empresário transformou uma pequena livraria online em uma das maiores varejistas do mundo e desbancou Bill Gates da lista da Forbes com uma fortuna estimada em US$ 148 bilhões.

Bandeira branca no radar?

EUA devem estender licença da chinesa Huawei para atender clientes do país

Movimento dos EUA pode ser visto como positivo para o fim da guerra comercial com a China já que a companhia foi um dos focos de tensões entre os gigantes

Governador de Minas

‘Governo entra em pautas minúsculas’, avalia Romeu Zema

Em entrevista, governador de MG nega que esteja sendo “tutelado” pelo partido Novo e avaliou que o presidente Jair Bolsonaro deveria “focar em coisas maiores, grandiosas”

Corrida contra o tempo

Tarifa de importação do Mercosul pode cair já em 2020

Com receio de que o grupo político da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner volte ao poder, o governo brasileiro tem pressa

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements