Menu
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Maiores baixas

Atenção investidor! Nuvem negra sob a Gafisa faz com que os papéis da empresa liderem as desvalorizações desde o início do ano

Depois dos papéis da Gafisa, as maiores baixas foram nas ações ordinárias da Vale (VALE3) com queda de 18,45%. Em seguida, vieram as ações preferenciais da Bradespar (BRAP4), com queda de 15,58%

8 de fevereiro de 2019
13:33 - atualizado às 14:37
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

A maré definitivamente não está para peixe para a Gafisa. Além dos escândalos envolvendo desvios de recursos, as ações ordinárias da companhia (GFSA3) estão liderando as desvalorizações da bolsa, com queda de 23,79% desde janeiro deste ano até ontem (7). Os dados foram coletados da consultora Economatica.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Na sequência das baixas, estão os papéis ordinários da Vale (VALE3) com queda de 18,45%. Em seguida, estão as ações preferenciais da Bradespar (BRAP4), com queda de 15,58%.

Os papéis da Embraer (EMBR3) ficaram na quarta posição com baixa de 15,13% e os da Tecnisa vieram na sequência com queda de 12,41. Para a análise, foram consideradas todas as ações de empresas negociadas na B3.

No topo

Na outra ponta, entre as maiores altas estão as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3) com avanço de 45,27%, seguida da Comgás (CGAS5), com 37,94%. Na terceira posição vem o Banco BTG Pactual (BPAC11) com alta de 33,31%.

Em seguida, aparecem os papéis preferenciais classe B da Eletrobras (ELET6), com alta de 32,87%, e a Ser Educação (SEER3), com valorização de 32,28%.

Comentários
Leia também
Resultados Contundentes

Sem reforma da Previdência você estará R$ 5,8 mil mais pobre em 2023

Além de perder renda, estaremos assombrados por uma taxa de desemprego de mais de 15% e com Selic de 18,5% ao ano. As simulações são do Ministério da Economia

Olha o leão aí gente...

Receita começa a receber declarações do imposto de renda em 7 de março

Já os programas para o preenchimento das declarações estarão disponíveis para os contribuintes já no dia 25 de fevereiro às 8 horas

Captação de US$ 15 milhões

Dos tijolos aos bytes, BTG Pactual lança criptoativo com lastro em imóveis

A ideia do banco é proporcionar aos investidores do ReitBZ retorno com a recuperação dos ativos e a venda por um valor superior ao preço de aquisição. Lançamento envolve parceria com os gêmeos Winklevoss, que atuaram na criação do Facebook

Nova crise?

Flávio Bolsonaro diz que revista faz “ilação irresponsável” ao vinculá-lo à milícia

Reportagem obteve dois cheques de Flávio assinados por Valdeci: um de R$ 3,5 mil e outro no valor de R$ 5 mil; em nota, Flávio afirma que Val Meliga é tesoureira geral do PSL

Com pressão do mercado

Se reforma vier da Câmara em abril, entra no recesso aprovada, diz Alcolumbre

Para presidente do Senado Federal, proposta de reforma da Previdência pode estar aprovada até junho, caso o texto seja aprovado pela Câmara dos Deputados em abril

Clima otimista no governo

Expectativa é que aprovação da reforma ocorra no primeiro semestre, diz Guedes

Ministro da Economia demonstrou confiança com a articulação política no congresso e disse estar “sentindo ventos de otimismo” com a tramitação da proposta

Exile on Wall Street

Uma boa hora para comprar ativos geradores de renda

“Se uma empresa nunca teve meme, posts no Reclame Aqui e erros no meio do caminho, só há uma possibilidade: nunca teve cliente também.”

Imóveis

Qual o tamanho do mercado imobiliário no Brasil?

Parceria entre governo, registradores de imóveis e Fipe começa a responder essa questão de forma objetiva, melhorando a nota do país no ranking de facilidade de negócios do Banco Mundial

Mudanças na Previdência

Deputados querem segurar tramitação da reforma até proposta para militares sair

Para líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), o governo deve ser rápido para não aparentar tratamento diferenciado

Exclusivo

O que pensa o deputado cotado para presidir a comissão especial da reforma da Previdência?

Deputado Mauro Benevides Filho defende alterações no regime de capitalização, aposentaria de professoras e BPC

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu