Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Seu Dinheiro na sua noite

“A riqueza não iguala os homens, mas a miséria sim”

Enquanto XP e BTG seguem travando uma guerra no mercado de plataformas de investimentos, a bolsa amarga mais um dia de perdas e Previdência encontra obstáculos no Congresso

11 de fevereiro de 2019
20:46
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

A frase que dá título à matéria desta noite é do jornalista Ricardo Boechat, que morreu hoje aos 66 anos na queda do helicóptero que o levava de Campinas para São Paulo. Não foi dita em um contexto de investimentos, mas decidi trazê-la porque acredito que a trajetória profissional do jornalista tem muito a nos ensinar.

Das várias qualidades de Boechat, a que mais admirava era a capacidade de se reinventar. Em cinco décadas de carreira, fez o que muitos de nós (incluindo este que vos escreve) ainda peleja para conseguir: ser multimidia.

O jornalista trafegava com naturalidade por todos os meios de comunicação: impresso, rádio e TV. E ainda aprontava das suas pelas redes sociais, virando até meme.

Mas a carreira de Boechat também teve seus momentos de baixa. Em 2001, quando eu ainda dava os meus primeiros passos na profissão, ele foi demitido da Globo depois da divulgação de conversas telefônicas entre ele e um assessor do empresário Nelson Tanure.

Não vou aqui entrar no mérito da questão, mas me lembro que muitos colegas na redação comentaram na época que a carreira dele estava acabada. Só que isso não apenas não aconteceu como Boechat ainda teve pela frente seus anos de maior destaque. Um raro caso de jornalista que conquistou o respeito de ambos os lados do espectro político do país.

Acredito que ser um “Boechat” nos investimentos é sair do comodismo e assumir o controle da sua vida financeira. Só que a maioria das pessoas acaba deixando um dinheiro precioso na mesa justamente por não se reinventar.

Isso fica claro no panorama que a Anbima divulgou hoje sobre os investimentos dos clientes de bancos no país, e que você pode ler na reportagem da Julia Wiltgen.

A hora da venda

Em meio ao impasse sobre os próximos passos da reforma da Previdência, a bolsa segue sem forças para testar novos recordes ou mesmo os almejados 100 mil pontos. É natural que esse clima leve muitos investidores a embolsarem os ganhos do começo do ano, o que ajuda a empurrar o Ibovespa para baixo. Contribuiu também para a queda o clima azedo no exterior, com as tensões retornando ao mercado por conta dos novos capítulos na guerra comercial entre Estados Unidos e China e uma possível (e nova) paralisação do governo americano. Os detalhes, claro, você confere na nossa cobertura de mercados.

Cuidado com as manchetes

Quem acompanha de perto o mercado sabe que um ciclo de alta na bolsa se constrói em meio a várias oscilações no meio do caminho. Mas quando os recordes do Ibovespa começam a estampar as capas dos jornais e revistas semanais é um sinal de que o fim da linha está próximo. Então a queda recente do principal índice da bolsa desde a máxima de 98.589 pontos significa que o melhor momento do mercado de ações ficou para trás? Leia o que diz o nosso colunista Ivan Sant’Anna.

Na prática a teoria é outra

Se déssemos uma caminhada pelos corredores do Congresso lá em Brasília, teríamos dificuldade em encontrar um parlamentar que seja contra a reforma da Previdência. Na teoria, muita gente está disposta a debater as mudanças nas regras de aposentadoria, mas na hora do voto a história pode não ser bem assim. Algumas ideias que o governo tem ventilado - e que são pontos-chave para o ajuste funcionar - não são nada populares na capital federal e dificilmente devem passar intactas. Saiba mais sobre o que o que se passa na cabeça dos deputados e senadores sobre a reforma.

Dia 42 de Bolsonaro - Igreja, crédito direcionado e o Piauí

O presidente Jair Bolsonaro segue internado em São Paulo, mas seu quadro melhora e ele já deixou a a unidade de terapia semi-intensiva. É possível que deixe o hospital ainda nesta semana. O retorno de Bolsonaro a Brasília seria o gatilho para o... (leia mais)

Disputa esquentando

A queda de braço entre XP e BTG dentro do mercado de plataforma de investimentos teve um novo round nesta segunda-feira. Dessa vez, a XP disse que o BTG mudou a estratégia de sua plataforma de investimento depois de ter acesso a dados confidenciais sobre o modelo de agentes autônomos durante o processo de IPO da corretora e implantou algumas ideias em seu próprio negócio. Eu tive acesso à emenda do processo que está rolando e te conto com detalhes mais esse capítulo.

Banqueiro múltiplo

Morreu hoje Fernão Bracher, ex-presidente do Banco Central e um dos principais banqueiros brasileiros. Na iniciativa privada, Bracher foi um dos fundadores do BBA, que foi vendido em 2002 para o Itaú por R$ 3,3 bilhões. O atual presidente do maior banco privado do país, Candido Bracher, é um dos cinco filhos de Fernão. Uma das últimas aparições públicas do banqueiro foi em janeiro deste ano, em um evento promovido pelo BC, que emitiu nota de pesar pelo falecimento.

Fernão Bracher - Imagem: J.F.Diori/Estadão Conteúdo
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Berkshire Hathaway

Até ele perde! Empresa de Warren Buffett tem prejuízo no 4º tri, e tombo da Kraft Heinz deu uma bela mãozinha

Prejuízo da empresa de alimentos, controlada por Buffett junto com a turma de Jorge Paulo Lemann, pesou nos resultados da Berkshire Hathaway

Novidades

O que mudou na declaração de imposto de renda em 2019

Principal novidade é a obrigação de informar CPF de dependentes e alimentandos, independentemente de idade; confira todas as mudanças e a atualização dos valores

Reforma da Previdência

Proposta de reforma para militares deve chegar ao Congresso antes de 20 de março

Segundo Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho, mudanças devem ser apresentadas ao Congresso antes do término do prazo de 30 dias estabelecido inicialmente

Em busca de um novo líder

Oi ainda sonda Amos Genish, ex-presidente da Vivo, para comandá-la

Em busca de novo líder para a sua reestruturação, operadora quer ex-presidente da Vivo e da Telecom Itália no comando, mas executivo recusou convite, por ora

Siga o dinheiro

Receita Federal entra na dança e passa a investigar miliciano ligado a Flávio Bolsonaro

Fisco vai ampliar a cooperação com o MP do Rio e investigar alvos da Operação Os Intocáveis; entre eles, está o ex-PM Adriano Magalhães da Nóbrega, cujas mãe e esposa trabalharam para o filho do presidente

Bon Vivant

Noronhe-se como os famosos! Fernando de Noronha tem luau de chefs, ‘sea coach’ e, claro, praias paradisíacas

Roteiros exclusivos e experiências customizadas são os ingredientes para incrementar a visita um dos lugares mais lindos do planeta onde dá praia o ano todo. Você também merece pisar no paraíso e curtir uns dias de folga.

É cilada, Bino

Mais de 930 moedas digitais deixaram de existir em 2018. Saiba quais são as apostas alternativas mais seguras para este ano

As informações são do site Deadcoins. Diante de tantos projetos mal-sucedidos no ano passado, criptomoedas como o Ethereum, Ripple e Iota permaneceram e são algumas das opções interessantes para 2019

Reforma da Previdência

À BBC, Mourão diz que Congresso aprova “qualquer coisa” para militar

Mourão justificou que a tramitação é muito mais rápida no caso dos militares porque, para isso, é necessário apenas um projeto de lei, que requer maioria simples dos votos

Mais um empecilho?

Tipo novela mexicana… Justiça concede liminar para suspender assembleia da Embraer que decidirá sobre acordo com Boieng

O juiz destacou que “não se visualiza nesta decisão qualquer ameaça ou comprometimento da economia do País ou situação provocadora de crise na medida que busca conservar uma situação que se encontra consolidada no tempo e eventual oscilação em preços de ações da Boeing ou da Embraer são considerados efeitos metajurídicos normais de qualquer decisão judicial sem a tônica de representar repercussão nos interesses do País”

O melhor do Seu Dinheiro

O Ministério da Economia adverte

Tem uma piada antiga sobre o fulano que vai comprar um maço de cigarros na padaria e, ao ler na embalagem que fumar causa impotência sexual, pede para o balconista trocar por um que causa câncer. Eu me lembrei da anedota ao me deparar com uma espécie de advertência do Ministério da Economia: o atual […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu