Menu
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Esquenta dos mercados

3 coisas para ficar de olho hoje: leilão da ANP, pesquisa eleitoral e taxa de desemprego

Ibovespa fechou acima de 80 mil pontos e o dólar abaixo de R$ 4 na quinta-feira

28 de setembro de 2018
8:29 - atualizado às 11:32
Imagem: shutterstock

Bom dia! O mercado teve um dia de otimismo na quinta-feira (27), com o Ibovespa de volta aos 80 mil pontos e o dólar abaixo de R$ 4 pela primeira vez no mês.

O principal índice da bolsa subiu 1,71% para 80.000 pontos e a moeda americana caiu 0,92% para R$ 3,9973. A influência externa foi decisiva depois que o Fed reafirmou o compromisso de subir juros gradualmente, aliviando a liquidez dos emergentes. Também houve queda nas percepções de risco, identificada nas apostas do estrangeiro no câmbio futuro.

As ações a Petrobras também contribuíram para puxar o Ibovespa para cima, com alta de 6,29% (PETR4) e 4,88% (PETR3) e volume negociado de R$ 12,1 bilhões. A estatal brilhou com o anúncio, pela manhã, de que fechou acordo com as autoridades americanas para encerrar as investigações sobre as irregularidades relacionadas à operação Lava Jato. Somou-se a isso a expectativa em torno do leilão das áreas do pré-sal, que ocorre nesta sexta.

E o que tem pra hoje?

Leilão da ANP

No último dia do mês a Petrobras se mantém no centro das atenções. Às 9h começa a 5ª Rodada de Partilha, realizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), com previsão de arrecadar R$ 6,8 bilhões. Pode ser a última oportunidade de comprar blocos antes da política do futuro governo para o setor petrolífero. Todas as grandes petroleiras estão inscritas para participar.

Datafolha

O mercado espera também a divulgação da pesquisa Datafolha no Jornal Nacional, com as intenções de voto para presidente e governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Distrito Federal. No último Datafolha (20), Bolsonaro liderava com 28%, contra 16% de Haddad, 13% de Ciro, 9% de Alckmin e 7% de Marina.

*Com informações de Bom Dia Mercado, de Rosa Riscala. Para ler o Bom Dia Mercado na íntegra, clique aqui.

Comentários
Leia também
Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu