2022-04-07T08:01:22-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais buscam recuperação, mas cautela limita ganhos; Ibovespa deve sentir alívio com escolha de nomes da Petrobras (PETR4)

Os investidores ainda digerem o tom mais agressivo do Federal Reserve contra a inflação e aversão ao risco prevalece

7 de abril de 2022
7:57 - atualizado às 8:01
Confira o que movimenta bolsas, Ibovespa e dólar hoje. Imagem: Shutterstock

As bolsas pelo mundo tentam emplacar uma recuperação nesta quinta-feira (07). A perspectiva de que o Federal Reserve, o Banco Central americano, acelere a retirada de estímulos e aumento dos juros, piorou o sentimento dos investidores de forma generalizada desde terça-feira (05).

Esse fato coloca os comentários dos representantes da autoridade monetária em foco hoje. Quaisquer novidades sobre o caminho que o Fed seguirá podem afetar as bolsas.

Assim sendo, os principais índices asiáticos encerraram o pregão pressionados, ainda ecoando a cautela de ontem (06) das demais bolsas internacionais.

Após a abertura de hoje, as praças na Europa testam a alta, mas a aversão ao risco prevalece e limita os ganhos nas primeiras horas do pregão. Do mesmo modo, os futuros de Nova York também avançam sem muito ânimo. 

Por aqui, o Ibovespa acompanha a indicação de novos nomes para a presidência da estatal e do conselho de administração da Petrobras. O governo indicou nomes internos que devem tapar o buraco deixado pela saída dos servidores desses cargos. 

Na sessão da última quarta-feira (06), o principal índice da B3 encerrou o dia em queda de 0,55%, aos 118.227 pontos. Por sua vez, o dólar à vista emplacou a segunda sessão seguida de alta, com um avanço  de 1,19%, a R$ 4,7147.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa hoje: 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Ibovespa: um nome para a Petrobras (PETR4)

Após a desistência de Adriano Pires e Rodolfo Landim aos cargos de presidente da Petrobras (PETR4) e de seu Conselho de Administração, o governo confirmou nesta quarta-feira quem são os novos indicados à chefia da estatal brasileira.

O Ministério de Minas e Energia confirmou o nome de José Mauro Ferreira Coelho, ex-diretor da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para a presidência da Petrobras. Já para o CA o governo optou pelo nome de Marcio Andrade Weber.

Próximos passos

Com as indicações, os nomes ainda precisam ser aprovados pelos acionistas minoritários na assembleia da próxima quarta-feira (13). Enquanto isso, os papéis da empresa devem sentir a descompressão com a troca de cadeiras na chefia de uma das maiores companhias da bolsa brasileira. 

Por volta das 7h30, os recibos de ações (ADRs, em inglês) da Petrobras eram negociados em queda de 0,87%, a US$ 14,78. As ações fecharam o pregão de ontem sem direção única: PETR4 caiu 0,09%, aos R$ 32,36 e PETR3 subiu 0,31%, aos R$ 34,94.

Conta de luz mais barata: um alívio para inflação

O governo ainda anunciou a redução das tarifas na conta de luz, o que deve gerar uma economia de cerca de 20% para a população

A troca da bandeira ocorreria apenas no final do mês — atualmente está em vigor a de escassez hídrica, com taxa extra de R$ 14,20 a cada 100 kWh. Mas, segundo informa, em nota, o Ministério de Minas e Energia, com a alta nos níveis dos reservatórios e o afastamento completo do risco de falta de energia, o movimento pode ser antecipado.

A antecipação dessa medida pode afetar os próximos resultados da inflação. De acordo com o IBGE, os itens que mais pressionaram o IPCA atualmente são: combustíveis, dólar alto e energia elétrica. 

Bolsas no exterior: ata do BCE e petróleo

Lá fora, os investidores aguardam a publicação da ata da última reunião do Banco Central Europeu (BCE), após a chefe da autoridade monetária, Christine Lagarde, testar positivo para a cvoid-19. 

O BC europeu chegou atrasado na tomada de medidas contra a inflação no bloco, o que exige um tom ainda mais duro contra o avanço de preços. Dessa maneira, as bolsas aguardam um tom mais agressivo (hawkish) da instituição. 

Ao mesmo tempo, a Agência Internacional de Energia (AIE) informou que irá liberar 120 milhões de barris de petróleo das reservas para conter a inflação dos preços da commodity devido à guerra na Ucrânia.

As cotações do petróleo

Mesmo assim, as tensões entre russos e ucranianos permanece acelerando a alta dos preços da principal commodity energética do mundo. 

O barril do petróleo Brent, utilizado como referência internacional, sobe 1,54%, negociado a US$ 102,65, enquanto o WTI também avança 1,55%, aos US$ 97,72. 

Apesar da pressão nas bolsas pelo mundo, a alta do petróleo deve refletir positivamente no Ibovespa e beneficiar o setor petroleiro, em especial a Petrobras. 

Agenda do dia

  • Banco Central Europeu: Divulgação da ata da última reunião de política monetária do BCE (8h30)
  • Estados Unidos: Pedidos de auxílio-desemprego (9h30)
  • Estados Unidos: Secretária do Tesouro, Janet Yellen discursa sobre ativos digitais na Escola de Negócios Kodog (11h)
  • Palácio do Planalto: Presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Economia, Paulo Guedes, participam do evento de lançamento do BB Antecipa Frete e BB CPR Preservação (14h)
  • Banco Central: Presidente do BC, Roberto Campos Neto, faz palestra no evento Legend Epic Talks, promovido pela Legend Wealth Management e LEgend Investimentos (14h)
  • Ministério da Economia: Ministro Paulo Guedes participa de evento do Bradesco BBI (16h)
  • Estados Unidos: Federal Reserve divulga o crédito ao consumidor (16h)
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele