2022-04-20T07:46:55-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior aguardam divulgação do Livro Bege do Federal Reserve e balanços do dia; Ibovespa fica de olho em Vale (VALE3) e Eletrobras (ELET3)

Na agenda do dia, Tesla, Procter & Gamble e United Airlines são alguns dos balanços marcados para o dia

20 de abril de 2022
7:46
Confira o que movimenta bolsas, Ibovespa e dólar hoje. Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

A semana mais curta para o investidor local, com a paralisação dos negócios para o feriado de Tiradentes desta quinta-feira (21), não significa poucas aventuras pela frente. O julgamento da segunda etapa da privatização da Eletrobras (ELET3) deve acontecer ainda nesta quarta-feira (20), o que coloca a bolsa brasileira em destaque hoje. 

Mesmo com a tentativa do Partido dos Trabalhadores (PT) em barrar a privatização, a estatal é alvo dos esforços do Ministério da Economia. Desse modo, o governo federal pretende usar a desestatização da empresa como bandeira para as eleições de outubro deste ano. 

Além do cenário doméstico, o exterior acompanha a temporada de balanços nos Estados Unidos. Na esteira da divulgação dos resultados, o Netflix decepcionou com a perda de assinantes no primeiro trimestre do ano. 

Por fim, os investidores permanecem atentos à divulgação do Livro Bege do Banco Central americano, o Federal Reserve, no início da tarde de hoje. 

Saiba o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta quarta-feira:

Juros na China e Fed em foco: o dia nas bolsas do exterior

Durante a madrugada no Brasil, o Banco do Povo da China (PBoC, em inglês) decidiu manter inalteradas as taxas de juros de referência (LPR) para empréstimos de curto e longo prazo. Assim sendo, a LPR de um ano permaneceu em 3,70% e a de cinco anos ou mais ficou em 4,60%. 

Com a manutenção das LPR, a China muda o tom contra a inflação crescente no país. De maneira semelhante, o PBoC também não descarta o impacto econômico das medidas de “covid zero”, com lockdowns em grandes cidades chinesas.

Dirigentes do Federal Reserve elevam a cautela

Os representantes do BC americano não dão trégua para as bolsas internacionais. Ainda hoje, diretores distritais do Fed devem fazer novos pronunciamentos sobre a situação inflacionária, a retirada de estímulos e o futuro dos juros por lá. 

Ontem (19), o presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, afirmou "não ver necessidade" de uma alta de juros acima de meio ponto porcentual nas próximas reuniões do BC. Para ele, é possível que ocorram altas de meio ponto, no contexto atual de aperto monetário.

Mais do que palavras

A publicação do Livro Bege do Banco Central americano trará as perspectivas para a economia na visão da autoridade monetária. Dessa maneira, os investidores e analistas podem esperar por um aperto monetário mais intenso ou não, na visão do BC. 

Os representantes do Fed esperam que a inflação esteja abaixo de 3% com a adoção da nova política de juros e redução do balanço patrimonial — em outras palavras, a venda de ativos (tapering).

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Ibovespa em modo de defesa

De volta ao panorama doméstico, o cenário deve ser um pouco diferente do exterior. 

Os investidores devem ajustar suas carteiras antes da pausa para o feriado de amanhã, o que pode reduzir a liquidez e aumentar a volatilidade do índice local. 

No pregão da última quarta-feira, o Ibovespa encerrou a sessão na contramão das bolsas americanas, em queda de 0,55%, aos 115.056 pontos. O dólar à vista avançou 0,43%, a R$ 4,6682.

O foco da bolsa hoje

Além da privatização da Eletrobras, os investidores acompanham o desempenho dos papéis da Vale (VALE3), após a divulgação do relatório de produção e vendas da mineradora. 

Quem pode afetar o desempenho do balanço da empresa neste trimestre são os lockdowns em importantes regiões produtoras de aço na China. Somado a isso, a tendência de desaceleração econômica da segunda maior potência global é um sinal de que as coisas podem piorar para a mineradora.

E as bolsas lá fora…

Enquanto os índices da Ásia fecharam sem direção definida após a decisão de manutenção dos juros chineses, as bolsas da Europa amanheceram em alta, de olho nos balanços locais e na tentativa de uma recuperação das perdas do início da semana. 

O contrapeso dessa alta é a continuidade da guerra, com uma nova ofensiva da Rússia contra o leste da Ucrânia. 

Também operam sem direção os futuros de Nova York, que aguardam novos balanços do dia. Na agenda, Tesla, Procter & Gamble e United Airlines são alguns dos destaques do dia.

Agenda do dia

  • FGV: IGP-M de abril (8h)
  • Tribunal de Contas da União: TCU julga segunda etapa da privatização da Eletrobras (14h30)
  • Estados Unidos: Estoques de petróleo (11h30)
  • Estados Unidos: Divulgação do Livro Bege (15h)
  • Estados Unidos: Reunião do G7 e do G20 de ministros das finanças e presidentes dos BCs para a semana de Primavera do FMI (sem hora marcada)

Balanços do dia

Antes da abertura:

  • Procter & Gamble (EUA)
  • Usiminas (Brasil)

Após o fechamento:

  • Tesla (EUA)
  • United Airlines (EUA)
  • Alcoa (EUA)
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele