Menu
2021-03-19T08:57:03-03:00
Estadão Conteúdo
Ao gosto do freguês

“Cada governador tem liberdade de aplicar os gatilhos dessa PEC ou não”, diz Bolsonaro

Pelo texto aprovado pelo Congresso, nos Estados e municípios, a PEC prevê um acionamento de gatilhos facultativo, quando as despesas correntes chegarem a 95% das receitas correntes

19 de março de 2021
8:57
Presidente da República, Jair Bolsonaro, fala com a imprensa sobre rompimento de barragem da Vale em Brumadinho
Presidente da República, Jair Bolsonaro - Imagem: Isac Nóbrega/PR/Fotos Públicas

O presidente Jair Bolsonaro destacou nesta quinta-feira, a aprovação e promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que recriou o auxílio emergencial e estabeleceu medidas de ajustes nas despesas públicas. Ao lado do relator do texto na Câmara, deputado Daniel Freitas (PSL-SC), o presidente disse que a proposta dá "liberdade" para governadores acionarem ou não os gatilhos de gastos.

"Essa PEC é para situações emergenciais. E cada governador tem liberdade de aplicar os gatilhos dessa PEC ou não. Essa PEC veio do Senado e na Câmara foi possível mudar", comentou durante transmissão ao vivo nas redes sociais.

Pelo texto aprovado pelo Congresso, nos Estados e municípios, a PEC prevê um acionamento de gatilhos facultativo, quando as despesas correntes chegarem a 95% das receitas correntes. O governante que não acionar essas medidas de contenção de gastos não poderá, contudo, receber aval do Tesouro Nacional para novos empréstimos.

"Saíram notícias que certas categorias (com a aprovação da PEC) iam ficar 15 anos sem reajuste. Não existe isso", citou Bolsonaro. Em derrota para a equipe econômica, a PEC foi desidratada para permitir que servidores públicos continuem com o direito à progressão automática nas carreiras e o respectivo aumento nos seus salários mesmo no caso de crise fiscal ou calamidade. A mudança foi comemorada por Bolsonaro e pelo relator.

"A pressão inicial partiu da segurança pública, das forças policiais, mas em plenário conseguimos chegar a um acordo que garantiu promoções e progressões a todas as categorias do funcionalismo público", destacou Daniel Freitas.

Bolsonaro também ressaltou que a aprovação da PEC garantiu a nova rodada do auxílio emergencial a ser pago em quatro novas parcelas a partir de abril ao custo de R$ 44 bilhões para o governo. Ele ponderou, contudo, que o governo está "no limite do limite" e não pode continuar se endividando.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies