2021-04-15T19:26:11-03:00
Estadão Conteúdo
Tem cupom pra isso?

Ações da Méliuz sobem após lançamento de plataforma de empréstimos online

A companhia, que desde 2019 oferece um cartão de crédito sem anuidade e com cashback, vem ampliando a gama de serviços financeiros

15 de abril de 2021
11:33 - atualizado às 19:26
meliuz
Imagem: Divulgação / Méliuz / Facebook

A empresa de tecnologia Méliuz (CASH3) está lançando a plataforma de empréstimos Méliuz Empréstimos. A partir de agora, toda a base de usuários do Méliuz poderá simular um empréstimo em dezenas de instituições financeiras, em um só lugar, e escolher entre as opções ofertadas, de acordo com perfil e modalidade adequados às suas necessidades.

A notícia foi bem recebida pelo mercado, que fez o preço das ações subirem na manhã desta quinta-feira (15). Os papéis fecharam em alta de 4,24%, a R$ 32,98.

Em nota, o CEO e fundador do Méliuz, Israel Salmeno, explica que o lançamento do Méliuz Empréstimos vai ao encontro do propósito de crescimento da marca no Brasil, expandindo sua atuação no mercado financeiro.

A companhia, que desde 2019 oferece um cartão de crédito sem anuidade e com cashback, vem ampliando a gama de serviços financeiros disponíveis na plataforma, atraindo cada vez mais usuários em busca de facilidade e eficiência em sua vida financeira.

"O Méliuz Empréstimos é mais uma forma que o Méliuz encontrou para estar presente na rotina das pessoas, a fim de tornar as relações de consumo mais vantajosas para todas as partes. Com uma única simulação, é possível consultar diversas instituições financeiras, analisar as melhores propostas e solicitar empréstimos de maneira simples e sem burocracia", destaca Salmeno.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

História

Lançado em 2011, o Méliuz é uma empresa de tecnologia que oferece soluções digitais para conectar marcas e consumidores, por meio de uma plataforma integrada de marketplace e serviços financeiros. Em 2019, a empresa lançou o Cartão Méliuz, um cartão de crédito sem anuidade que devolve até 1,8% do valor das compras pagas com ele.

Em 2020 a plataforma de cashback, que estreou na B3 em novembro de 2020, teve lucro líquido ajustado de R$ 32,055 milhões, alta de 175% sobre os R$ 11,628 milhões vistos um ano antes. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no ano somou R$ 30,3 milhões, alta de 186% ante R$ 10,6 milhões em 2019. Sua oferta de ações movimentou R$ 661,7 milhões.

A base de usuários da startup chegou a 14 milhões de contas ao fim do quarto trimestre do ano passado, representando um crescimento de 55% sobre 2019, quando tinha nove milhões de clientes. Em termos de usuários ativos, o número foi a 5,3 milhões no fim do período, alta de 152% sobre outubro a dezembro de 2019.

O volume de vendas (GMV) originado para os parceiros do marketplace por meio do ecossistema do Méliuz atingiu, ao final do quarto trimestre, um total de R$ 955,5 milhões, representando um crescimento de 57% em relação ao ano anterior. No ano de 2020, o GMV foi de R$ 2,5 bilhões, alta de 51% sobre 2019. As operações do cartão de crédito do Méliuz tiveram um volume transacionado (TPV) de R$ 505,6 mi no quarto trimestre, alta de 608% sobre o ano anterior.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

RECEITAS EM ALTA

Acredite se quiser! Governo pode ter primeiro superávit primário desde 2013 ainda neste ano

A notícia surpreende num momento em que um dos maiores temores do mercado financeiro é justamente o descontrole das contas públicas