2021-05-20T16:25:24-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
entrevista pós-balanço

Risco de interferência política no Banco do Brasil é zero, diz novo CEO da instituição

Para o executivo, seria “forçar a barra” dizer que não haverá redução do número de agências em 2021; segundo ele, banco requer gestão técnica

7 de maio de 2021
10:34 - atualizado às 16:25
Fausto de Andrade Ribeiro - Imagem: Reprodução /Linkedin

O presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, que assumiu o comando da instituição no início de abril, disse nesta sexta-feira (7) que o risco de interferência política na gestão da empresa é "zero".

Ribeiro é o terceiro presidente do Banco do Brasil no atual governo. O executivo assumiu o cargo após a saída de André Brandão — pressionado pelo presidente Jair Bolsonaro por causa do plano de enxugamento do banco.

"O mandato que recebi do presidente da República é liderar o banco em busca de eficiência, rentabilidade compatível com os pares privados e prestar um atendimento de excelência para a população brasileira".

Fausto Ribeiro, presidente do BB

Segundo Ribeiro, cerca de 5 mil funcionários seguiram o plano de demissão. "Mas nossa rede quem determina é a base de correntista", disse durante a primeira coletiva de imprensa concedida no cargo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Para o executivo, seria "forçar a barra" dizer que não haverá redução do número de agências em 2021. "Fazemos uma revisão periódica em busca de tamanho adequado. O foco é eficiência".

No primeiro trimestre, o Banco do Brasil fechou as portas de 279 agências, totalizando uma rede de 4.089 unidades.

Ribeiro disse que para evitar eventuais falhas de comunicação em relação aos planos do banco, a gestão atual está se aproximando mais do Ministério da Economia.

Governança e desinvestimentos

Ribeiro disse ainda que o padrão de governança do Banco do Brasil exige uma atuação técnica e que espera em breve concluir o anúncio da nova alta cúpula da instituição.

Com a saída de Brandão, deixaram o banco o presidente do conselho de administração, Hélio Magalhães, e o conselheiro independente, José Guimarães Monforte.

"Banco requer gestão técnica. Não pretendo ocupar espaço político".

Fausto Ribeiro, presidente do BB

O Banco do Brasil também reforçou a estratégia de reduzir despesas em um acumulado de R$ 10 bilhões até 2025, sendo R$ 3 bilhões de forma recorrente.

Ribeiro disse que a instituição mantém o plano de desinvestimentos, mas não detalhou quais ativos seriam vendidos. O presidente do Banco do Brasil afirmou ver parcerias para a gestora BB DVTM como alternativa.

O executivo assumiu o compromisso de elevar a rentabilidade do banco, historicamente menor que a de pares privados, além de ampliar a base de clientes.

Desempenho no 1º trimestre

Ribeiro falou após a divulgação dos resultados do primeiro trimestre, em que o Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de R$ 4,9 bilhões, 44,7% maior que há um ano e acima do esperado pelo mercado.

Segundo o executivo, o desempenho - recorde para um trimestre - é resultado de uma estratégia corporativa que buscou o aumento da eficiência, controle de despesas e o crescimento sustentado do crédito.

Por volta das 11h desta sexta, os papéis da empresa (BBSA3) subiam 4,01%, negociados a R$ 30,38, enquanto a bolsa tinha ganhos de 0,66%. Nos últimos 12 meses, as ações do Banco do Brasil acumulam alta de 5%.

Ainda conforme o balanço da instituição, a carteira expandida avançou 2,2% e alcançou R$ 758,3 bilhões ao fim de março, saldo 4,5% superior ao do mesmo período do ano passado. As despesas com provisões para créditos de liquidação duvidosa chegaram a R$ 2,536 bilhões, queda de 54,2%.

O retorno sobre o patrimônio líquido ajustado do Banco do Brasil ficou em 14,8%, no primeiro trimestre deste ano, 3,7 pontos acima da rentabilidade registrada em igual período de 2020.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

OFERTA ADIADA

Por que Petrobras (PETR4) e Novonor decidiram suspender a venda bilionária de participação na Braskem (BRKM5)

As duas empresas adiaram a oferta que poderia movimentar mais de R$ 8 bilhões com a venda de até 154,9 milhões de ações da petroquímica

FIM DA SUSPENSÃO

Volta do sistema do Banco Central para consulta de dinheiro ‘esquecido’ em bancos já tem data marcada; veja quando o SVR estará novamente no ar

Quem tiver valores a receber também será informado sobre a data em que poderá solicitar a transferência dos recursos para sua conta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa resiste em alta, as ofertas de ações da Arezzo e da Equatorial e uma pedra no sapato dos FIIs: veja as principais notícias desta quinta

Após o discurso duro do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, na tarde de ontem, o que desencadeou uma forte queda nas bolsas americanas, hoje foi dia de ajuste nas bolsas globais. O Ibovespa começou o dia novamente com uma alta substancial, ainda movido pela entrada de recursos estrangeiros na bolsa brasileira, aproveitando-se dos descontos […]

OLÉ!

Apple dribla crise de chips e justifica protagonismo entre big techs com trimestre histórico; confira desempenho da maçã e a reação do mercado

Os últimos três meses do ano são de extrema importância para a empresa, pois fornece a Wall Street uma visão de como seus produtos podem se comportar no ano seguinte

Fechamento Hoje

Em dia de ajuste pós-Fed, Ibovespa fecha em alta de mais de 1% e testa os 113 mil pontos; dólar cai

Piora em NY chegou a desacelerar as altas na bolsa brasileira, que conseguiu se recuperar na reta final do pregão