2021-09-23T08:07:02-03:00
Ricardo Gozzi
Alívio imediato

Acordo da Evergrande com credores faz ações recuperarem 17,62% na bolsa de Hong Kong

Apesar de alívio hoje, crise da segunda maior incorporadora chinesa tende a alimentar incerteza a cada novo vencimento

23 de setembro de 2021
7:51 - atualizado às 8:07
Evergrande
Imagem: Getty Images

O acordo obtido pela Evergrande junto a seus credores parece ter proporcionado alívio aos papéis da companhia. As ações da endividada incorporadora chinesa fecharam em alta de 17,62% hoje na bolsa de valores de Hong Kong.

O acordo em questão envolve juros que deveriam ser pagos hoje aos credores da companhia. O governo da China tem participado diretamente das negociações na tentativa de assegurar que os fornecedores sejam pagos e os compradores de imóveis não sejam lesados pela crise de liquidez da segunda maior incorporadora do país asiático.

Pelo acordo anunciado ontem, a Hengda Real Estate, uma unidade subordinada à Evergrande, pagaria hoje 232 milhões de renminbis (US$ 35,9 milhões) em juros devidos para hoje. Não havia informações referentes a US$ 83,5 milhões em cupons de bônus denominados em dólar que também deveriam ser depositados nesta quinta-feira.

Cenas dos próximos vencimentos

Além disso, ainda que o clima hoje seja de alívio, as ações da Evergrande seguem fortemente descontadas em relação ao início do ano - queda de mais de 80% - e a crise garante novas emoções a cada vencimento de título. Outro bônus denominado em dólar vencerá na semana que vem, este no valor de US$ 47,5 milhões.

Em termos de volume, o próximo grande montante - estimado em US$ 835 milhões - está programado para março do ano que vem.

Abutres no radar

De acordo com dados da Refinitiv, 6,5% dos US$ 305 bilhões devidos pela Evergrande estão denominados em moeda estrangeira, o que significa cerca de US$ 20 bilhões.

Com o aparente sucesso inicial das iniciativas do governo, da empresa e dos bancos locais para rolar as dívidas em moeda local, analistas consideram improvável que ocorra alguma espécie de choque de liquidez que leve a um contágio global.

Mas se os credores locais mostram-se mais dispostos a negociar, especialistas consultados pela Reuters advertem que os detentores de bônus estrangeiros têm menos propensão a aceitar acordos, como ocorreu em crises de dívida recentes como a da Argentina.

Diante disso, analistas não descartam a possibilidade de que a pressão dos credores estrangeiros, apesar de representarem uma fração relativamente pequena em relação ao total, possa provocar alguma turbulência no mercado imobiliário chinês no decorrer dos próximos meses.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos