2021-01-04T17:21:07-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
quem sobe, quem desce

CSN, Vale, Petrobras bancos e aéreas: os destaques da bolsa na 1ª sessão do ano

Casos de covid-19 em forte alta pesam sobre ações de empresas como Azul, Gol e Embraer, bem como de shoppings

4 de janeiro de 2021
16:58 - atualizado às 17:21
Imagem: Shutterstock

O primeiro pregão da B3 em 2021 se iniciou com o Ibovespa, o principal índice acionário da bolsa brasileira, renovando a sua máxima histórica, subindo mais de 1% aos 120.353 pontos.

No entanto, por volta das 16h55, o índice já tinha dado mostras de sua instabilidade, entre a força das commodities e a fraqueza das bolsas americanas, e operava no zero a zero, aos 119 mil pontos.

As ações de empresas ligadas às matérias-primas vão se apreciando neste começo de ano, com destaque especial para as siderúrgicas.

Os papéis de CSN, Gerdau e Usiminas sobem no mínimo 3% — a companhia carioca é a que mais se valoriza, com a ação disparando 6,15%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A alta do minério de ferro no exterior embasa esse movimento. A cotação de referência, do porto de Qingdao, na China, mostrou avanço de 3% hoje.

Outra ação que gosta dessa notícia é a da Vale, que sobe 4,3%, entre as cinco maiores altas do índice.

Os papéis da gigante Petrobras também sobem fortemente, destoando da queda nos preços do barril de petróleo Brent no mercado internacional. Ações da PetroRio, por sua vez, disparam e lideram os ganhos do Ibovespa.

Na ponta perdedora, os papéis de empresas aéreas estão entre as principais baixas. Gol PN e Azul PN caem no mínimo 4%. Outra empresa afetada pela crise da pandemia é severamente punida hoje pelos investidores: a ação da Embraer lidera a queda do Ibovespa, caindo mais de 5%.

Apesar das vacinações estarem ocorrendo em países como EUA e Reino Unido, os casos da covid-19 continuam em forte alta. No sábado, houve recordes tanto entre americanos (291 mil novas infecções) quanto britânicos (57 mil), o que inspira certa cautela com possibilidade de novas medidas de isolamento social ou mesmo mais drásticas, como um lockdown.

A BBC já informou que o nível de alerta contra o coronavírus deverá ser atualizado de 4 para 5 no Reino Unido, o que indica que o sistema de saúde do país está sobrecarregado e que são necessárias medidas de distanciamento extremamente rígidas.

"Restrições mais severas trazem impactos de curto prazo e isso acaba apagando o otimismo que o mercado vinha tendo", diz Stéfany Oliveira, analista de investimentos da Toro.

Os shoppings são outros que operam para baixo no começo deste ano, refletindo a preocupação com o avanço do coronavírus. Iguatemi ON e Multiplan ON recuam no mínimo 3% neste momento.

Bancos também são um peso negativo importante. As ações de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco caem no mínimo 1,8% — os papéis do Santander têm uma queda mais modesta, de 0,9%. Segundo Gabriel Mota, operador de renda variável da RJ Investimentos, há uma correção desses papéis após a valorização recente significativa.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

RECEITAS EM ALTA

Acredite se quiser! Governo pode ter primeiro superávit primário desde 2013 ainda neste ano

A notícia surpreende num momento em que um dos maiores temores do mercado financeiro é justamente o descontrole das contas públicas