2020-09-29T14:50:42-03:00
GIGANTE DEBILITADO

Membro do Fed projeta contração de 3% do PIB dos EUA em 2020

Presidente da distrital de Dallas também estima crescimento de 3,5% da economia em 2021

29 de setembro de 2020
14:50
Edifício do Fed em Washington - Imagem: Shutterstock

O presidente da distrital de Dallas do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Robert Kaplan, projetou que o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos registrará contração de cerca de 3% em 2020, e expansão de 3,5% em 2021.

Pelas previsões dele, a taxa de desemprego deve terminar 2020 perto de 7,5%, antes de recuar a 5,7% no final do próximo ano. Já a inflação anual deve encerrar 2020 em 1,6%.

Os números constam em ensaio publicado nesta terça-feira (29) no site da instituição. No documento, Kaplan argumenta que, após a crise da covid-19, o mundo será muito diferente, de forma imprevisível. Por isso, para ele, nas reuniões futuras, o Fed precisar ter flexibilidade para realizar julgamentos sobre a economia.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente


"Estou cético em relação aos benefícios de uma orientação futura ("foward guidance") aprimorada no momento, porque as taxas de juros já estão historicamente baixas e, mesmo antes desta reunião (de setembro, as expectativas do mercado eram de que permanecessem baixas nos próximos anos", destacou.

Apoio fiscal

Kaplan voltou a defender a necessidade de implementação de mais apoio fiscal nos Estados Unidos. No ensaio, o dirigente argumentou que um novo pacote é importante para apoiar desempregados e fornecer assistência a governos locais e estaduais.

"A falta de alívio fiscal adicional criaria um risco negativo para minha previsão econômica para 2020 e 2021", escreveu.

Kaplan acrescentou que o ritmo de recuperação vai depender da capacidade do país em controlar o coronavírus. Para isso, ele cita o uso de máscaras, o distanciamento social e o cumprimento de normas sanitárias, além da ampliação do volume de testes.

"Mesmo com uma vacina eficaz, que esperamos ser aprovada nos próximos meses, essas medidas provavelmente serão vitais até que possamos imunizar com segurança a maior parte da população", destacou.

O dirigente assegurou que o Fed fará tudo o que for possível para ajudar os Estados Unidos a superarem a crise. De acordo com ele, as prioridades devem ser combater a covid-19 e atingir os objetivos do mandato duplo da autoridade monetária - máximo emprego e estabilidade de preços. Isso inclui manter juros baixos e seguir com os programas de crédito pelo tempo que for necessário.

"Além disso, acredito que é necessário manter o foco em fazer mais para ajudar as pequenas e médias empresas a terem acesso ao capital", ressaltou.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira