2020-04-17T14:22:56-03:00
Estadão Conteúdo
crise histórica

Capacidade global do setor aéreo cai 59%; queda na América Latina supera a média

Levantamento aponta que a crise no setor já é muito superior do que a turbulência de 2008, com o abalo econômico dos títulos subprime

17 de abril de 2020
14:22
Avião
Imagem: YouTube

A capacidade global do setor aéreo sofreu uma redução de 59% na primeira semana de abril, impactada pela crise desencadeada pelo alcance do Covid-19. O encolhimento é três vezes superior à queda registrada no setor aéreo dos EUA após ataques terroristas em 11 de setembro de 2001, segundo análise da consultoria Oliver Wyman. O levantamento aponta que a crise no setor já é muito superior do que a turbulência de 2008, com o abalo econômico dos títulos subprime.

Na análise comparativa por região, a queda do setor é ainda mais acentuada na América Latina, com redução de 73% na malha aérea, na Europa com 74% e na Oceania com 70%. No Brasil particularmente, foram reduzidos 92% dos voos e 56% dos destinos, e hoje as três principais empresas aéreas (Azul, Gol e Latam) operam de maneira coordenada apenas uma malha considerada essencial para 46 destinos (27 capitais e 19 cidades) visando manter níveis mínimos de integração do país.

Diante da crise econômica decorrente do coronavírus e as restrições de voos, a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês) estimou que o setor deve perder US$ 314 bilhões em receita em 2020, ou uma queda de 55% na receita total na comparação com 2019. Já a receita com passageiro por quilômetro (RPK) deve recuar 48% em 2020 na comparação com 2019.

Para a América Latina, a estimativa da Iata é de queda de US$ 18 bilhões na receita de passageiros por causa da pandemia e um recuo no RPK de 49%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos