2020-08-24T09:14:07-03:00
focus

Mercado melhora expectativa para PIB em 2020 e prevê queda de 5,46%

Focus mostra projeções para a economia brasileira sendo continuamente melhoradas; inflação terminaria o ano a 1,71%, segundo publicação

24 de agosto de 2020
8:57 - atualizado às 9:14
Imagem: Shutterstock

O mercado financeiro mais uma vez melhorou a estimativa para a economia brasileira. A previsão é de que o Produto Interno Bruto (PIB) caia 5,46% em 2020, segundo o Boletim Focus desta segunda-feira (24)

Uma semana atrás, a publicação do Banco Central mostrava estimativa de queda de 5,52% da economia neste ano. A expectativa dos agentes financeiros tem continuamente melhorado, conforme o processo de reabertura das atividades no país avança.

Há um mês, o mercado esperava tombo de 5,77% do PIB em 2020.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A publicação do Banco Central também mostrou alteração da estimativa para a inflação: de 1,67% para 1,71% ao final deste ano. Para 2021, o esperado é que o IPCA termine o ano a 3% - mesma expectativa da semana passada.

Já a previsão para o PIB no próximo ano é de alta de 3,50%, assim como o esperado há uma semana. Em 2022, o PIB cresceria 2,50%, ainda segundo o Focus.

A publicação relevou que as projeções do mercado para dólar e Selic foram mantidas as mesmas de sete dias atrás: R$ 5,20 e 2%, respectivamente.

Em 2021, a moeda americana cairia para R$ 5 e a taxa básica de juros subiria para 3%. Na sexta-feira, o dólar terminou o dia a R$ 5,60. Já a Selic está em 2%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira