Menu
2020-04-17T09:56:37-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

16 notícias para você começar o dia bem informado

17 de abril de 2020
9:56
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

O coronavírus abalou a bolsa de valores, mas há quem pense que as “vacas leiteiras” resistem a tudo e agora estão baratas. Não estou falando dos animais das fazendas, mas das ações boas pagadoras de dividendos. Será mesmo?

O colunista Ruy Hungria sextou hoje com esse assunto e traz uma perspectiva sobre as ‘vacas leiteiras da bolsa’.

Antes de listar os destaques do dia, trago uma curiosidade nesta sexta-feira.

Você sabia que uma classe de ativos reúne mais da metade da riqueza global?

Eu mesma tenho a maior parte do meu patrimônio aplicada nesse segmento... Vou dar algumas pistas:  

  • Não são ações...
  • Não são títulos públicos...
  • Nem commodities...
  • E muito menos bitcoin.

Que ativo é esse? Vou contar em uma entrevista que vai ao ar hoje às 12h.

Fique ligado no seu e-mail!

O que você precisa saber hoje

MERCADOS

O Ibovespa caiu 1,29% ontem, aos 77.811,85 pontos. O dólar à vista registrou alta de 0,29%, a R$ 5,2567.

O que mexe com os mercados hoje? Mesmo após a divulgação da contração do PIB chinês no primeiro trimestre, as bolsas globais apresentam um movimento positivo, impulsionadas pelos planos de reabertura e retomada da atividade em alguns países e relatos de um possível tratamento para a covid-19. As bolsas asiáticas fecharam em alta. Os índices futuros em Nova York operam em alta firme, assim como a abertura dos negócios na Europa.

INVESTIMENTOS

 Os fundos imobiliários levaram um tombo com a crise do coronavírus. A Julia Wiltgen conversou com o André Freitas, diretor de gestão da Hedge Investments, especializada em fundos imobiliários e responsável por seis FIIs de shoppings, para entender as estratégias diante da incerteza imposta pelo coronavírus.

 Com a queda do preço das ações, o indicador de preço versus dividendos, o “dividend yield”, ficou mais convidativo para várias empresas da bolsa. Mas o nosso colunista Ruy Hungria alerta que esse indicador não é infalível e os dividendos não estão garantidos. Saiba por quê. ​​​​​​​

ECONOMIA

 O Brasil tem 30.425 casos de coronavírus, segundo o Ministério da Saúde. São 1.924 mortes.

 O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, disse que não pretende fazer nenhuma mudança brusca na política da pasta. Mas o substituto de Mandetta defendeu o entendimento entre as áreas de saúde e da economia

 Os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, avaliaram como negativa a mudança na Pasta em meio à crise.

 Não foi só Mandetta que entrou na mira de Jair Bolsonaro ontem. Depois de trocar o ministro, o presidente atacou Maia pela ajuda bilionária a Estados e municípios aprovada na Câmara. Ele sugeriu que a intenção do presidente da Câmara é tirá-lo do cargo.

 A Câmara concluiu a votação da ampliação do auxílio emergencial de R$ 600. O projeto agora abrange mais categorias e deixa de exigir a regularização do CPF por parte do beneficiário.

 A economia da China levou um tombo de 6,8% no primeiro trimestre deste ano, segundo dados do governo. Foi a maior queda desde 1992, quando os dados a cada três meses começaram a ser compilados. 

EMPRESAS

 O Banco do Brasil registrou R$ 83,8 bilhões em desembolso de crédito novo e prorrogações de operações de crédito nos últimos 30 dias.

 Luiz Barsi Filho, um dos maiores investidores individuais da bolsa brasileira e acionista minoritário da AES Tietê, se manifestou contra a proposta de combinação dos negócios lançada pela Eneva.

 O bilionário Jorge Paulo Lemann disse que fez seus melhores negócios em momentos de crise. Para o executivo, são nessas ocasiões que surgem muitas oportunidades.

 O presidente da Suzano, Walter Schalka, disse que o governo deve ser bastante seletivo ao conceder ajuda financeira a empresas. Em entrevista ao Estadão, ele defendeu socorro ao setor aéreo, mas disse que não vê razão para ajudar montadora.

IMPOSTO DE RENDA

 Até quem já morreu precisa prestar contas ao Leão. Veja como fazer declaração de espólio e informar herança no Imposto de Renda.

O Guia Definitivo para Declarar o IR 2020. Reviramos o programa da Receita Federal e mostramos passo a passo como você pode preencher sua declaração SOZINHO e sem passar sufoco. E mais: quais são os caminhos legais para pagar MENOS imposto. Clique aqui para acessar.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

seu dinheiro na sua noite

Em fevereiro não tem Carnaval

Moro num país tropical, que eu já não sei se é abençoado por Deus, mas que é bonito por natureza. Mas no próximo mês de fevereiro, ao contrário do que diz a canção do Jorge Ben, não tem Carnaval. A festa foi cancelada pela pandemia. Mas tem outro evento muito aguardado, pelo menos para os […]

JOINT VENTURE

Wiz cria corretora de seguros com a distribuidora de veículos Caoa

Nova companhia terá direito de comercializar com exclusividade, na rede de distribuição controlada pela Caoa, produtos e serviços de seguridade por 20 anos

rodovias estaduais

BNDES aprova R$ 3 bi para lote PiPa, maior concessão rodoviária do País

Banco de fomento informou que o empréstimo cobrirá 58% do total de investimentos previstos nos sete primeiros anos de concessão

Fechamento

De novo ele! Risco fiscal não dá trégua e Ibovespa tem queda firme; dólar sobe a R$ 5,36

Lá fora, o dia foi misto, com os investidores pesando o entusiasmo com Biden e a cautela com a situação econômica na Europa

na justiça

Última audiência de mediação com a Vale no caso Brumadinho termina sem acordo

Segundo o TJMG, mineradora propôs um valor da ordem de R$ 29 bilhões em indenização por danos materiais e morais, abaixo do pedido pelo governo e instituições

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies