Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2020-07-22T19:45:25-03:00
seu dinheiro na sua noite

Dólar: não é pelos 27 centavos

22 de julho de 2020
19:45
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

De R$ 5,38 para R$ 5,11 em apenas três dias. O que explica a queda de 27 centavos em um intervalo tão curto?

Mandei mensagem com essa questão para alguns gestores de fundos ao longo da tarde de hoje. Com algumas variações, a resposta que recebi foi a mesma: “não sei”.

Do ponto de vista dos fundamentos, existe a visão de que o real está barato, ou seja, tem espaço para cair mais. Primeiro, porque mesmo depois da melhora recente ainda acumula uma desvalorização de 27,5% no ano.

A segunda explicação está no cenário externo, com o avanço das vacinas para o tratamento do coronavírus e a injeção trilionária de dinheiro nas economias para conter os efeitos das medidas de isolamento.

Para um dos gestores com quem conversei, o câmbio deveria estar ao redor de R$ 4,80 considerando o cenário para a economia brasileira e o nível da moeda em relação aos pares.

O problema é que a cotação do dólar não é definida apenas por essas variáveis. E os elementos que fizeram a moeda norte-americana alcançar quase R$ 6 no auge da crise permanecem no radar.

Enquanto o dólar segue com variações que lembram mais a do mercado de ações, a bolsa teve oscilações típicas do câmbio em seus momentos de maior calmaria.

Pelo segundo dia seguido, o Ibovespa fechou perto da estabilidade, mesmo em um dia quente do ponto vista geopolítico em meio ao aumento das tensões entre Estados Unidos e China. Saiba com a Julia Wiltgen tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira.

Por falar em dólar, amanhã eu trago para os leitores do Seu Dinheiro Premium uma opção de fundo de investimento para quem deseja diversificar o portfólio fora do país. Você pode ter acesso aos nossos conteúdos exclusivos por 30 dias sem pagar nada.

O que mexeu com o seu dinheiro hoje

EMPRESAS

 Via Varejo ou Magazine Luiza? Nesse “Fla-Flu” que virou a disputa entre as empresas na preferência dos investidores na bolsa, a XP fica com a dona das redes Casas Bahia e Ponto Frio. Confira as projeções da corretora para ambas as varejistas.

 Não tem crise para a Weg. No balanço do segundo trimestre, a fabricante de motores apresentou um surpreendente aumento no lucro e na receita. Como esperado, as ações da empresa dispararam na bolsa.

 A Embraer, quem diria, encontrou uma chance de se dar bem com a crise. Executivos da empresa veem interesse do mercado em aviões de pequeno porte com a covid. Clientes até sondam a empresa para antecipar entregas.

ECONOMIA

 A economia brasileira já se recupera. Segundo o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, a expectativa de queda de 6,4% no PIB no ano é pessimista. Veja por que ele espera uma recuperação em “V aberto” da crise.

 A Receita abre na sexta-feira a consulta ao 3º lote de restituição do IRPF 2020. O crédito será realizado no dia 31 de julho para 3,98 milhões de contribuintes, totalizando R$ 5,7 bilhões. Saiba mais.

INVESTIMENTOS

 Conhecido com o “guru dos emergentes”, Mark Mobius disse estar otimista com a recuperação do mercado brasileiro. Em entrevista ao Estadão, ele reforçou a preocupação dos investidores com as questões ambientais.

 No meio da disputa com o BTG Pactual, a XP Investimentos informou que a saída de agentes autônomos para a concorrência afetou pouco o seu negócio e que a grande maioria dos recursos dos clientes permaneceu na corretora.

 Já viu quantas pessoas por aí são bem-sucedidas no trabalho, mas perderam as relações familiares com o passar dos anos? Na coluna de hoje, o Felipe Miranda traz uma belíssima reflexão sobre valores pessoais como um investimento de longo prazo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Combinação promete

Aura Minerals (AURA33): ouro e dividendos no mesmo investimento

Max Bohm, sócio e analista de Empiricus, enxerga um potencial enorme de crescimento na combinação oferecida pela mineradora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies