Menu
2019-05-17T09:47:50-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Investimentos

Tesouro Direto pagou R$ 9 bilhões ontem e parte já começou a voltar

Compra líquida de títulos foi de R$ 1,5 bilhão na quarta-feira, volume 10 vezes maior que a média dos dias anteriores

16 de maio de 2019
18:59 - atualizado às 9:47
dinheiro; debênture
Imagem: Shutterstock

O maior vencimento da história do Tesouro Direto aconteceu ontem, quarta-feira, com R$ 9 bilhões entregues para as pessoas físicas, referentes ao vencimento do Tesouro IPCA 2019 (NTN-B Principal), e ontem mesmo, parte desse dinheiro parece ter voltado para “casa”.

Falo parece, pois não temos como filtrar os dados referentes a novos compradores. No entanto, temos um forte indício de que o retorno está acontecendo.

A compra bruta via Tesouro Direto, na quarta-feira, foi de R$ 1,5 bilhão, cifra mais de 10 vezes superior à média dos “dias normais”, de R$ 130 milhões a R$ 135 milhões. Os dados são do próprio Tesouro Nacional.

Os dados disponíveis também mostram uma dispersão dos novos investimentos, com 67% do dinheiro sendo aportado em papéis atrelados a índices de preço, 24% em Tesouro Selic, 9% em prefixados.

Ainda de acordo com o Tesouro, essa “reentrada” tende a acontecer ao longo das próximas duas semanas.

Se você recebeu parte desse dinheiro e ainda não decidiu onde investir, vale a pena dar uma olhada nessa matéria que a Julia Wiltgen fez.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

que beleza

Natura &Co. reverte prejuízo e apresenta lucro de R$ 175,7 milhões no 4º tri

Empresa de cosméticos atribui desempenho ao crescimento das vendas digitais em todas as marcas, compensando os efeitos da covid-19

fraco

B2W registra desempenho abaixo do esperado no 4º tri, mas sinaliza para bom 1º tri

Crescimento de 38,2% do GMV nos últimos três meses de 2020 fica abaixo das projeções dos analistas e do apresentado por seus concorrentes

Seleção da bolsa

As ações favoritas para o mês de março, segundo 13 corretoras

Com o cenário de incertezas ainda em alta, o mercado opta mais uma vez para papéis que podem atuar como porto seguro. Confira as principais recomendações dos analistaws

Sextou com o Ruy

A rentabilidade do vizinho é maior que a sua? Tome cuidado com os ganhos dos “traders perfeitos”

A inveja é, sem dúvida alguma, uma das piores inimigas de um investidor – isso se não for a pior. E quando estamos em um bull market (mercado em alta) parece que temos que lidar o tempo todo com ela

Vêm proventos por aí

B3 anuncia quase R$ 2 bi em dividendos, além de recompra e desdobramento de ações

Conselho de administração da companhia aprovou pagamento de dividendos do quarto trimestre e dividendos extraordinários referentes a 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies