Menu
2019-11-22T17:00:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
dia de baixa

Ações da Tesla caem forte após companhia apresentar picape elétrica

Modelo futurista Cybertruck deve custar pelo menos US$ 39,9 mil; nesta sexta-feira, os ativos da montadora caíam quase 6%, mas já subiram 39% desde o balanço

22 de novembro de 2019
15:49 - atualizado às 17:00
Cybertruck, utilitário da Tesla
Dividiu opiniões o design do veículo da Tesla: uma estrutura de aço semelhante a um tanque. Imagem: Divulgação/ Tesla

As ações da Tesla caem forte após a companhia apresentar o modelo Cybertruck, uma picape elétrica com design futurista - e que, ao mesmo tempo, remete a filmes distópicos dos anos 1980, como Blade Runner, de Ridley Scott. Por volta das 14h (horário de Brasília), os papéis caíam 5,8%, sendo negociados a US$ 333,97.

Não está claro se a queda dos ativos tem relação com a apresentação do novo veículo feita pelo CEO da companhia, Elon Musk, ou se é apenas uma realização de uma alta que os papéis sofrem desde o anúncio do balanço do terceiro trimestre. Entre o dia 23 de outubro e o pregão desta quinta-feira (21), as ações da Tesla subiram 39%.

Durante a apresentação do veículo, a demonstração de que o vidro do Cybertruck era resistente simplesmente falhou. Musk afirmou que os vidros seriam resistentes a impactos e convidou um funcionário a atirar uma bola de metal contra uma das janelas do carro. O vidro foi quebrado.

Também causou polêmica o design do veículo da Tesla: uma estrutura de aço semelhante a um tanque - ou a de um filme distópico oitentista. Apesar disso, as características do veículo podem agradar o mercado. São três variações do modelo, que terá seis lugares e deve carregar até 1,5 tonelada.

A configuração mais avançada do Cybertruck promete ir de 0 a 96 km/h em 2,9 segundos, a velocidade máxima de 209 km/h. O modelo mais simples deve custar US$ 39,9 mil e o mais avançado chega ao valor de US$ 70 mil. A promessa de Musk é que o veículo comece a ser produzido em 2021.

De olho nos números

A Tesla passa por um momento bom momento desde o resultado financeiro mais recente, divulgado no final de outubro. No terceiro trimestre, a empresa registrou um lucro líquido por ação de US$ 1,86 (US$ 143 milhões ao todo). Analistas do mercado esperavam um prejuízo de 42 centavos por ação.

A cifra do lucro total representa uma perda de 54% em relação ao mesmo período do ano passado e um ganho de 135% comparado ao segundo trimestre de 2019.

Já a receita caiu 8% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, para US$ 6,30 bilhões. A perda foi de 1% em relação ao trimestre anterior. No ano, os papéis da Tesla acumulam baixa de mais de 20%, considerando a cotação de ontem.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

coronavírus no interior de sp

Aliansce Sonae fecha temporariamente 4 shoppings por aumento de casos de covid

A Aliansce Sonae teve que fechar temporariamente quatro shopping centers que administra por conta do aumento na ocupação de leitos nas redes de saúde das cidades onde estão localizados

crédito na crise

BTG abre linha de microcrédito para empreendedores, a partir de R$ 500

Mesmo que bilhões de reais tenham sido injetados na economia brasileira para mitigar os efeitos da crise, micro e pequenas empresas acabaram ficando sem crédito em meio à pandemia

o coronavírus por aqui

Brasil atinge platô nas mortes por covid, diz Ministério da Saúde

Mas contágio de covid-19 continua aumentando no país

seu dinheiro na sua noite

Começando o semestre com o pé direito

Passado um semestre marcado pela desvalorização dos ativos de risco e a disparada do dólar, um outro se inicia, ainda com muita incerteza pela frente. Mas ao menos começou com o pé direito: bolsa para cima e uma boa dose de alívio no câmbio. Os mercados continuam sustentados pela injeção de liquidez do Federal Reserve, […]

queda nas importações

Previsão de superávit da balança em 2020 sobe para US$ 55,4 bilhões, diz Lucas Ferraz

Com expectativa de queda nas importações maior do que o inicialmente previsto, o governo revisou a previsão para o saldo comercial deste ano e espera agora um resultado positivo de US$ 55,4 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements