Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-07-05T19:02:28-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

O ano novo no calendário Maia

5 de julho de 2019
19:02
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

O calendário Maia já foi usado como referência em Hollywood, no terrível filme “2012”. A produção se vale da contagem dos dias usada pela antiga civilização que habitou em parte do continente americano como pretexto para muitas explosões e catástrofes.

Já no mercado financeiro, o calendário Maia ganhou uma conotação bem diferente. Quando você ouvir a expressão aqui no Seu Dinheiro, provavelmente estamos falando do cronograma assumido pelo presidente da Câmara para a votação da reforma da Previdência.

Com a aprovação nesta semana do projeto na comissão especial, os investidores já entraram em contagem regressiva para o ano novo no calendário Maia. A virada está prevista para a semana que vem, com a possibilidade de votação da reforma no plenário.

Rodrigo Maia trabalha para que os dois turnos aconteçam antes do recesso parlamentar, previsto para começar em 18 de julho. Lembrando que a proposta precisa de pelo menos 308 votos favoráveis para ser aprovada.

Como é de praxe, o mercado procura sempre se antecipar os fatos, como aquele primo que solta fogos para celebrar o ano novo na Austrália. O otimismo dos investidores levou o Ibovespa a encerrar a semana com uma nova marca histórica, agora acima dos 104 mil pontos.

Virou rotina? Tomara. Mas o dia não começou com cara de recorde. Alguns dados que saíram nos Estados Unidos deixaram o mercado na defensiva pela manhã. Confira a nossa cobertura completa de mercados, hoje em dose dupla com a Julia Wiltgen e a Bruna Furlani.

Calendário Bolsonaro

Um dia depois da aprovação da reforma da Previdência na Comissão Especial, o presidente Jair Bolsonaro deixou claro que a história ainda não acabou. Embora diga que há pouca coisa para ser mexida no texto, o capitão falou que há equívocos e exageros que devem ser corrigidos pelos parlamentares. Ele aproveitou também para responder ao comentário feito ontem pelo ministro Paulo Guedes, que chamou Bolsonaro de “ingênuo” quando o assunto é economia.

Vem pra bolsa você também

Pedindo licença ao criador do emblemático slogan da Caixa Econômica Federal para falar um pouco sobre o futuro da bolsa. Depois de bater a marca de 1 milhão de investidores neste ano, a B3 está ávida por novos recordes. O plano do presidente da empresa, Gilson Finkelsztain, é dobrar o número de pessoas aplicando em ações o mais rápido possível. Mas como ter sucesso nessa empreitada? Confira as cartas na manga de Finkelsztain.

No mesmo barco

O ministro Sergio Moro esteve em São Paulo nesta sexta-feira e voltou a defender a Lava Jato, agora por outro ângulo, ao dizer que a operação não deixou marcas negativas na economia. Trata-se de uma resposta à avaliação de alguns críticos de que os processos afetaram grandes empresas, com reflexos no desempenho econômico do país. Moro também aproveitou um evento com investidores para falar sobre o vazamento das supostas mensagens trocadas por ele com procuradores do MPF.

Molho especial

Onde você estava em junho de 1979? Eu, por exemplo, mal havia saído das fraldas, com meu 1 ano e meio de praia. Mas o que pouca gente sabe é que foi em junho de 1979 que um gigante do setor de alimentação iniciou uma sequência de altas trimestrais em seu faturamento no Brasil e que (pasmem!) dura até hoje. São 40 surpreendentes anos de superação! Saiba quem e com quantos hambúrgueres essa empresa conseguiu a proeza nesta matéria.

Os touros do semestre

Mais uma semana chegando ao fim, e é hora de embarcar em mais um bate-papo no Podcast Touros e Ursos. E o cardápio da semana está especial: além dos altos e baixos do mercado financeiro, também teremos dicas valiosas sobre onde investir no segundo semestre de 2019. É informação boa que você só vai encontrar no happy hour do Seu Dinheiro. Prepara o fone de ouvido e aperte o play!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

de olho no teto de gastos

Governo busca saída legal se tiver de prorrogar pagamento do auxílio

Se o Congresso resolver aprovar a prorrogação, sem ser via crédito extraordinário, os gastos com o pagamento do auxílio vão concorrer com o teto de gastos no espaço orçamentário

Inovação

Petrobras lança plataforma de soluções finaneiras para fornecedores

A Petrobras informa que lançou o Programa Mais Valor, nova ferramenta de soluções financeiras para fornecedores. Segundo a estatal, o piloto começou na semana passada e, a partir do dia 30 deste mês, a ferramenta estará aberta às empresas interessadas em antecipar faturas com taxas mais competitivas. A expectativa da estatal é de que o […]

HOMEM NEGRO ESPANCADO

Carrefour reitera que está tomando medidas após morte de João Alberto de Freitas

Empresa divulga comunicado um dia após perder quase R$ 2 bilhões em valor de mercado por conta do episódio

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

abertura dos negócios

Ibovespa sobe 1% com bancos e Petrobras e busca 109 mil; dólar tem queda firme

Investidores reagem com busca por ativos da renda variável em meio a uma menor percepção de risco político nos Estados Unidos e ao otimismo com vacina

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies