Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-15T12:37:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Agora vai?

Declarações de autoridades dos EUA mostram otimismo nas negociações com a China

O tom mais ameno assumido por duas autoridades dos EUA em relação às conversas com a China renova a esperança dos mercados quanto ao fechamento de um acordo

15 de novembro de 2019
12:37
Guerra comercial EUA China
Imagem: Shutterstock

Novas sinalizações emitidas por duas autoridades de alto escalão dos Estados Unidos dão a entender que as negociações comerciais do país com a China estão caminhando, renovando as esperanças do mercado quanto ao fechamento da primeira fase do acerto as potências.

Mais cedo, o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, afirmou  que um acordo comercial com a China será feito "com toda possibilidade". Em entrevista à Fox Business, ele ecoou as declarações do presidente americano, Donald Trump.

"A China quer fazer um acordo, nós achamos que queremos um acordo, se for o acordo certo, então isso será feito com toda possibilidade", declarou o secretário de Comércio.

Questionado sobre relatos recentes de que a China reluta em comprar a quantia em produtos agrícolas que Trump espera, Ross apontou que "você não tem um acordo sobre nada até que tenha um acordo sobre tudo, então não é surpresa que nos últimos minutos [das negociações] peçam estejam pulando", em referência às informações divergentes que circulam sobre o tema.

Ele também ressaltou que "o presidente não concordou em remover tarifas [à China], acho que ele deixou isso bastante claro". Mas ponderou que um acordo de "fase 1" será "o primeiro grande passo" rumo a um entendimento bilateral.

As declarações do secretário de Comércio vão na mesma direção de uma fala do diretor do Conselho Econômico dos EUA, Larry Kudlow. Num evento na noite passada, o representante do governo americano disse que Washington e Pequim estão chegando perto de um acerto, e que o clima entre as potências está "bastante agradável".

Tais sinalizações dão força às bolsas americanas nesta sexta-feira (15). Por volta de 12h30, o Dow Jones subia 0,40%, o S&P 500 avançava 0,40% e o Nasdaq tinha alta de 0,48% — os três índices, assim, estão perto das máximas históricas. Confira aqui a cobertura completa dos mercados internacionais na sessão de hoje.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Efeitos da pandemia

Câmara aprova isenção de Imposto de Renda para pessoas com sequelas pela covid-19

Caso o projeto seja sancionado, caberá ao Ministério da Saúde estabelecer os critérios de caracterização, bem como as condições para a manutenção dos benefícios

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: bolsas devem digerir ‘Super Quarta’ hoje, de olho no pagamento de juros da Evergrande e agenda local pesada

O tapering ficou para depois, o que é um duplo sinal para o investidor; já o BC brasileiro deve ter um impacto neutro no Ibovespa hoje

Alívio imediato

Acordo da Evergrande com credores faz ações recuperarem 17,62% na bolsa de Hong Kong

Apesar de alívio hoje, crise da segunda maior incorporadora chinesa tende a alimentar incerteza a cada novo vencimento

DIA AGITADO

Dividendos: em meio a polêmica na CPI, Hapvida (HAPV3) paga JCP aos acionistas

Depois de dia agitado com citação de diretor da empresa na CPI da pandemia, Hapvida encerrou a quarta-feira com anúncio de pagamento de JCP

Ivan Sant'Anna

Bitcoin ou ouro? A verdadeira reserva de valor que você precisa ter entre os seus investimentos

Quando alguém fala em reserva de valor, deve ter em mente que se refere a ativos cotados na moeda do país em que o investidor vive, ganha e gasta.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies