Menu
2019-11-15T12:37:54-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Agora vai?

Declarações de autoridades dos EUA mostram otimismo nas negociações com a China

O tom mais ameno assumido por duas autoridades dos EUA em relação às conversas com a China renova a esperança dos mercados quanto ao fechamento de um acordo

15 de novembro de 2019
12:37
Guerra comercial EUA China
Imagem: Shutterstock

Novas sinalizações emitidas por duas autoridades de alto escalão dos Estados Unidos dão a entender que as negociações comerciais do país com a China estão caminhando, renovando as esperanças do mercado quanto ao fechamento da primeira fase do acerto as potências.

Mais cedo, o secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, afirmou  que um acordo comercial com a China será feito "com toda possibilidade". Em entrevista à Fox Business, ele ecoou as declarações do presidente americano, Donald Trump.

"A China quer fazer um acordo, nós achamos que queremos um acordo, se for o acordo certo, então isso será feito com toda possibilidade", declarou o secretário de Comércio.

Questionado sobre relatos recentes de que a China reluta em comprar a quantia em produtos agrícolas que Trump espera, Ross apontou que "você não tem um acordo sobre nada até que tenha um acordo sobre tudo, então não é surpresa que nos últimos minutos [das negociações] peçam estejam pulando", em referência às informações divergentes que circulam sobre o tema.

Ele também ressaltou que "o presidente não concordou em remover tarifas [à China], acho que ele deixou isso bastante claro". Mas ponderou que um acordo de "fase 1" será "o primeiro grande passo" rumo a um entendimento bilateral.

As declarações do secretário de Comércio vão na mesma direção de uma fala do diretor do Conselho Econômico dos EUA, Larry Kudlow. Num evento na noite passada, o representante do governo americano disse que Washington e Pequim estão chegando perto de um acerto, e que o clima entre as potências está "bastante agradável".

Tais sinalizações dão força às bolsas americanas nesta sexta-feira (15). Por volta de 12h30, o Dow Jones subia 0,40%, o S&P 500 avançava 0,40% e o Nasdaq tinha alta de 0,48% — os três índices, assim, estão perto das máximas históricas. Confira aqui a cobertura completa dos mercados internacionais na sessão de hoje.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Azul da cor do céu

Azul encerra 2020 com prejuízo de R$ 4,6 bilhões, mas com dinheiro em caixa

Com quase R$ 4 bilhões em caixa, o CEO da empresa acredita que na retomada para 2021 com boas perspectivas

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies