Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-12-18T19:53:47-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Até agora, estamos acertando

18 de dezembro de 2019
19:53
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

No dia 27 de dezembro de 2018, o Vinícius Pinheiro publicou no Seu Dinheiro uma matéria com os prognósticos para a bolsa de valores no ano seguinte, para a nossa série Onde Investir em 2019.

Na ocasião, o Vini cravou que você poderia ficar até 30% mais rico se investisse em ações neste ano, referindo-se ao desempenho potencial do Ibovespa. Na verdade, ele arredondou para cima as previsões mais otimistas da época.

Hoje, 18 de dezembro de 2019, a previsão do Seu Dinheiro se concretizou: o Ibovespa bateu um novo recorde e acumulou, até agora, uma valorização de 30,07% no ano. Quem seguiu a recomendação do Vini ganhou dinheiro.

Ainda tem pregão até dia 30, e não sabemos se a bolsa fechará o ano no atual patamar. Mas, por ora, também não há nuvens negras no horizonte para nos levar a crer que o Ibovespa terminará o ano muito abaixo de onde está hoje.

Como sempre, o Victor Aguiar acompanhou o pregão e traz para você tudo que mexeu com os mercados nesta quarta-feira.

Importante notar que houve movimentações importantes na bolsa hoje por conta do noticiário corporativo: aquisições bem-sucedidas por parte da Hypera, da NotreDame Intermédica e da Fras-Le (que também impactaram as ações da controladora Randon), além da venda dos papéis da Marfrig detidos pelo BNDESPar. Confira todos os destaques da bolsa nesta matéria.

Sem acordo

A CVM jogou um balde de água fria na Oi ao rejeitar uma proposta de acordo feita pelo ex-presidente da empresa, Zeinal Bava, e três ex-conselheiros fiscais para colocar fim a um processo sancionador que apura irregularidades na oferta pública de ações realizada pela companhia em 2014. A autarquia entende que a indenização a ser paga por Bava deveria ser maior que o valor proposto, e que o processo deve ir a julgamento.

De loja em loja

A Vivara está cheia de planos após seu IPO e planeja usar os R$ 500 milhões levantados na abertura de capital para abrir 50 unidades em todo o país. Somente na quinta-feira da semana passada foram quatro lojas inauguradas, totalizando 31 neste ano. Confira os detalhes desse grande plano de expansão nesta matéria.

Trabalho nas férias?

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre anunciou a criação de uma comissão mista para analisar a reforma tributária. Por 90 dias, começando amanhã, o grupo vai discutir as propostas sobre o tema que tramitam na Câmara e no Senado, além das ideias do governo. A promessa é de que a comissão funcione inclusive durante o recesso parlamentar e que a reforma seja aprovada ainda no primeiro semestre de 2020. A conferir.

Para começar bem 2020

Na sua última coluna do ano, Felipe Miranda fala sobre as suas perspectivas para os investimentos no ano que vem, os ativos que devem se destacar e também sobre três elementos que marcaram o ano de 2019 para ele: gestão de egos, paciência e gratidão. Confira os votos de Boas Festas do Felipe.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

ficou para esta quinta

Para privatizar Eletrobras, governo aceita mais 19 emendas à MP

Por acordo entre os senadores, o texto da MP será votado apenas amanhã, 17, a partir das 10h, e até lá, eles poderão apresentar sugestões de destaques, que podem alterar o teor do parecer

seu dinheiro na sua noite

A Selic subiu mais um pouco – e na próxima reunião tem mais

Esta “Super Quarta” terminou com os bancos centrais brasileiro e americano apertando um pouquinho mais a torneirinha dos juros. A inflação pressiona, aqui e na terra do Tio Sam, e as autoridades monetárias querem mostrar que permanecem vigilantes. O Federal Reserve ainda não elevou propriamente as taxas de juros, que foram mantidas entre zero e […]

Entrevista

Sinais do Copom apontam para Selic a 7% no fim do ano, diz Padovani, do banco BV

Economista-chefe do banco BV, Roberto Padovani destacou o tom mais ríspido do Banco Central e a indicação de que a Selic continuará em alta

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado da decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 4,25% ao ano

Subiu de novo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,25% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies