Menu
2019-10-14T14:08:47-03:00
Ficou para depois

Moreira quer aguardar até terça-feira para apresentar relatório da reforma da Previdência

Expectativa de governadores é conseguir demonstrar uma posição mais firme em defesa da proposta e, assim, vencer resistências do Congresso Nacional

6 de junho de 2019
7:21 - atualizado às 14:08
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara
Samuel Moreira, relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara - Imagem: Luis Macedo/Agência Câmara

O relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), sinalizou nesta quarta que pode adiar por mais um dia o prazo para a entrega de seu parecer em prol de um entendimento sobre a inclusão de Estados e municípios na reforma da Previdência. Governadores querem que o relator aguarde pelo menos até a próxima terça-feira (11), quando todos eles se reunirão em Brasília para discutir o tema.

A expectativa de governadores é conseguir demonstrar uma posição mais firme em defesa da proposta e, assim, vencer resistências do Congresso Nacional.
Parlamentares reclamam que alguns Estados não estão engajados pela aprovação da medida apesar de dependerem dela para o equilíbrio nas contas.

Moreira havia prometido entregar o relatório até a próxima segunda-feira (10). Ele disse que ainda não foi oficialmente procurado pelos governadores para adiar o parecer ou então participar da reunião, mas deixou a porta aberta para aceitar o pedido.

"Se eles pedirem, se o presidente (da Câmara, Rodrigo Maia) achar necessário, se a construção for para o entendimento, se valer a pena esperar mais um dia por um entendimento, imagina... por que não? Quem sou eu para atrapalhar um processo? Pelo contrário, estou na construção desse processo", afirmou o relator após uma reunião com a bancada do PSDB na Câmara.

Nesta quarta mais cedo, os governadores do MDB Hélder Barbalho (PA) e Renan Filho (AL) se reuniram com a bancada do partido na Câmara e conseguiram convencer alguns deputados a reverem sua posição sobre a permanência de Estados e municípios na reforma da Previdência. Antes refratários a assumir o ônus político de contemplar governadores e prefeitos na proposta, parlamentares da legenda começam agora a falar na possibilidade de apoiar a inclusão dos governos regionais, disse o líder do MDB na Câmara, Baleia Rossi (SP).

Baleia defendeu que o relator da reforma aguarde até a próxima terça para apresentar seu parecer. "Se nós vamos ter na terça-feira uma reunião com todos os nossos governadores aqui, acho que o Parlamento deveria aguardar para ter uma conversa madura com todos os governadores", afirmou. "A repercussão que teve na bancada do MDB, com a presença de nossos dois governadores, isso pode acontecer nas demais bancadas, e aí podemos ter uma mudança desse entendimento", acrescentou o líder.

Moreira disse que ainda vai conversar com Maia sobre a possibilidade de adiar a apresentação de seu relatório. O presidente da Câmara tem a intenção de votar a reforma no plenário da Casa antes do recesso de julho, embora técnicos do Congresso achem o cronograma bastante apertado.

O relator afirmou que está conversando com lideranças para tentar construir uma solução de "grande maioria ou até de consenso" para a questão de Estados e municípios. Ele admitiu que uma das possibilidades é prever que governos regionais interessados em aderir à reforma federal precisariam aprovar uma lei ordinária nos Legislativos locais com esse comando. No entanto, o deputado afirmou que não há martelo batido.

"É um tema que não está concluído, mas acho que vamos encontrar um ponto em comum aí. Vamos construir uma solução de entendimento, que possamos fazer isso todos juntos, governo federal, Estados e municípios", afirmou. Para ele, "há tempo" para que se chegue a um entendimento.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

auditoria da auditoria?

Bolsonaro vê ‘coisa esquisita’ no BNDES e Montezano deve ser explicar nesta quarta

Banco gastou R$ 48 milhões em auditoria; atual presidente autorizou aditivo do contrato inicial

Esquenta dos mercados

Em compasso de espera por decisão do Federal Reserve, bolsas ensaiam mais um dia de recuperação

Coronavírus continua trazendo cautela aos mercados, mas as bolsas tentam engatar mais um dia de recuperação

pode não acontecer

Auditoria em contrato com a Odebrecht pode ser abortada

Após a auditoria do BNDES nas operações da JBS apontar inexistência de indícios de irregularidade e gastar R$ 48 milhões, avaliação é que “não faz mais sentido” gastar recursos

conflito internacional

Trump revela ‘plano de paz’ para Oriente Médio; palestinos são contrários ao projeto

Israel teria controle sobre a totalidade de Jerusalém como sua capital. O plano também propõe a criação de uma capital da Palestina na periferia a leste de Jerusalém

Vendas de iPhones aumentam e Apple supera estimativas no 4º trimestre

Vendas do produto somaram US$ 55,96 bilhões, ao passo que as estimativas eram de US$ 51,6 bilhões e o desempenho do quarto trimestre de 2018 havia sido de US$ 52 bilhões.

Bolsa

Sem Petrobras, Vale, bancos e frigoríficos, Ibovespa é índice mais caro do mundo, diz SPX

Small caps também são vistas com ressalvas por gestores de fundos, que falaram sobre as oportunidades que (ainda) veem na bolsa após a forte alta dos últimos anos

MUDANÇA DE CARGO

Marinho anuncia novo presidente do INSS e diz que cronograma está mantido

Atualmente, 1,3 milhão de solicitações de benefício estão sem análise há mais de 45 dias, prazo legal para que o INSS dê uma resposta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O que fazer diante do coronavírus

Caro leitor, A essa altura, você talvez já saiba que o coronavírus causa infecções do trato respiratório superior, cujos sintomas principais são coriza, dor de garganta e febre. A doença pode chegar ao trato respiratório inferior, o que é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou idosos. Você também já […]

De volta aos 116 mil pontos

Dia de correção: Ibovespa se recupera e fecha em alta de mais de 1,5%; dólar cai a R$ 4,19

Após amargar perdas de mais de 3% na segunda-feira, o Ibovespa teve um dia de alívio e encerrou com ganhos firmes, acompanhando o tom de maior calmaria no exterior. O coronavírus, no entanto, segue trazendo cautela às negociações

VEM, CHINESES

Doria diz que continua estimulando chineses a comprar instalações da Ford

No ano passado, Doria tentou ajudar o grupo brasileiro Caoa a comprar a planta da Ford e chegou a convocar uma coletiva de imprensa para anunciar um acerto entre as duas empresas. No entanto, as negociações não prosperam

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements