Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-26T14:01:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fica pra próxima

Joice Hasselmann admite que votação da reforma da Previdência em comissão pode ficar para a semana que vem

Líder do governo no Congresso afirmou que se a votação ficar para o dia 1º de julho não estragará o cronograma previsto para a tramitação da proposta

26 de junho de 2019
14:01
Joice Hasselmann
Joice Hasselmann - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-PR), afirmou nesta quarta-feira, 26, que, se a votação do relatório da reforma da Previdência na Comissão Especial ficar para a próxima segunda-feira, 1º de julho, isso não estragará o cronograma previsto para a tramitação da proposta. Mas a deputada ressaltou que o ideal é votá-lo até quinta-feira, 27.

"É possível votar entre hoje e amanhã, tudo depende dos acordos. Mas não vai estragar nosso calendário se tiver que ficar para segunda. Todo mundo já sabe o que está lá, o Brasil precisa da reforma. Então, para que deixar mais um fim de semana no meio do caminho para a aprovação?", disse ela.

Joice Hasselmann cobrou também maior envolvimento dos governadores, principalmente do Nordeste, no trabalho do convencimento dos deputados que ainda estão contrários à reforma. Para ela, os mandatários precisam colocar a digital e convencerem os parlamentares.

"Há um esforço conjunto para que coloquemos Estados e municípios no texto. Vai depender muito do trabalho efetivo de alguns governadores que lutaram contra a proposta até um passado recente e que ficaram de bracinhos cruzados aguardando que resolvêssemos tudo, nós Câmara. Então, os deputados que são desses Estados, especialmente do Nordeste, estão dizendo que não vão votar, pronto e acabou. Então os governadores terão que entregar esses votos. Terão que trabalhar com alguns partidos e também com a oposição", disse ela.

A deputada deu as declarações quando chegou para participar de um café da manhã com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Participaram do encontro também o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e outros 20 deputados.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies