Menu
2019-10-14T14:11:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Desceu quadrado

Guedes critica relatório sobre a reforma da Previdência e diz que cortes acabaram com o projeto

Ministro disse que o impacto fiscal reduzido da reforma tornou irrelevante a supressão da parte do texto original que permitia o sistema de capitalização

14 de junho de 2019
15:45 - atualizado às 14:11
Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira, 14, que, como o relatório da proposta de emenda constitucional de reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados, elaborado pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP), teve seu impacto fiscal reduzido, tornou irrelevante a supressão da parte do texto original que permitia a implementação de um sistema de capitalização.

Ao apresentar o relatório na quinta-feira, o deputado Moreira informou que o impacto fiscal da proposta para a União, conforme o relatório, ficaria em R$ 913,4 bilhões em dez anos.

A meta da proposta do governo federal era de R$ 1,2 trilhão. No relatório, para compensar a perda de impacto fiscal com mudanças propostas, o relator sugeriu aumentar a alíquota da Contribuição sobre Lucro Líquido dos bancos de 15% para 20%, o que renderia R$ 5 bilhões por ano. O relatório também sugeriu a transferência dos repasses do FAT do BNDES para a Previdência.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

"Não precisava nem tirar a emenda de capitalização. Só o fato de tirar (economizar) R$ 860 bilhões, já acabou com a nova Previdência. Achei redundante tirar a emenda de capitalização. Não vamos fazer mesmo", afirmou Guedes, já entrando no carro, após participar de evento no Consulado-Geral da Itália, no Rio.

A jornalistas, Guedes disse que, com as mudanças do relatório, a economia fiscal da reforma da Previdência ficou em R$ 860 bilhões em dez anos, e não nos R$ 913,4 bilhões informados pelo relator.

Para ele, está vencendo a velha Previdência. "Se sair só R$ 860 bilhões de cortes, o relator esta dizendo o seguinte: abortamos a Nova Previdência e gostamos mesmo da velha Previdência. Cedemos ao lobby dos servidores públicos, que eram os privilegiados", afirmou o ministro.

O ministro ainda fez críticas com relação à inclusão de novos impostos para compensar os cortes da reforma. "Isso aí (o valor de R$ 913,4 bilhões anunciado) estão pegando imposto, botando imposto sobre banco. Isso é política tributária. Estão buscando dinheiro de PIS/Pasep, mexendo em fundos. Estão botando a mão no dinheiro do bolso dos outros", afirmou.

Guedes também lamentou o fato de o relatório de Moreira deixar de fora da reforma previdenciária os Estados e municípios, "porque eles estão fragilizados financeiramente".

"Se fizerem um numero de R$ 860 bilhões, estão dizendo que vamos ter problemas lá na frente, porque Estados e municípios estão fora", afirmou o ministro.

Segundo Guedes, com a reforma do jeito que ficou após o relatório, será necessário fazer novos ajustes no futuro. "Para o governo Bolsonaro, está resolvido. Já levantaria os R$ 860 bilhões. Agora, daqui a cinco ou seis anos tem outra reforma. Continuam com a velha Previdência", afirmou o ministro.

Guedes também comentou rapidamente os protestos contra a reforma da Previdência, que tomam as ruas do País nesta sexta-feira. Para o ministro, os atos deveriam ser aos sábados e domingos, para não atrapalhar o trânsito, o que segundo ele serve para dar a impressão que os protestos são grandes.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

tensão

Após ataques relatados por federação de jornalistas, Bolsonaro diz que evitará falar com a imprensa

Pesquisa indicou que o presidente foi responsável por 58% dos ataques à categoria no ano passado, de um total de 208

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Exile on Wall Street

Quero ser grande

E aí, B3, vamos atrair essas milhares de empresas brasileiras? Ou vamos continuar perdendo soldados para a Nasdaq? Temos que fazer algo, com urgência

Mercados hoje

Ibovespa se recupera das perdas de ontem e abre em alta; dólar cai a R$ 4,19

O Ibovespa e as bolsas globais se recuperam das perdas da sessão anterior, operando em alta nesta quarta-feira. O mercado segue monitorando o noticiário referente ao coronavírus

Fórum econômico mundial

Davos: clima pesa mais para investidor do que trapalhada política no Brasil

No início do segundo semestre do ano passado, os incêndios na Amazônia chamaram a atenção de todo o mundo. E três dos entrevistados ressaltaram a demora do governo em agir

Em davos

Após acordo comercial com a China, Trump busca pacto com UE

Caso um acordo não seja estabelecido, Trump ameaçou impor tarifas “muito altas” a carros e outros produtos da UE. Segundo o presidente, a UE não tem outra opção além de fechar um acordo com Washington

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

13 notícias para você começar o dia bem informado

Você deve estar recebendo e-mails meus sobre o projeto de aposentadoria precoce lançado pelo Seu Dinheiro esta semana. Se você tem dúvidas sobre como funciona a metodologia, eu estarei ao vivo hoje, às 13h, com o Rodolfo Amstalden para tirar dúvidas sobre o tema.  O que você precisa saber hoje: Mercados • O Ibovespa teve queda forte de […]

tensões diplomáticas

Príncipe saudita hackeou celular de Jeff Bezos via WhatsApp, diz jornal

Segundo a publicação, uma análise considerou “altamente provável” que a invasão no telefone tenha sido desencadeada por um arquivo de vídeo

Aumentando o valor de mercado

Caixa Seguridade arrecada R$ 9,6 bilhões com parcerias em preparação para IPO

Arrecadação de R$ 9,5 bilhões é referente às sociedades já anunciadas com a francesa CNP Assurances, a japonesa Tokio Marine e a brasileira Icatu

MANDE SUA PERGUNTA

Tira-dúvidas HOJE às 13h: Como se aposentar aos 40 anos (ou o mais rápido possível)

Rodolfo Amstalden e Richard Camargo falam hoje às 13h sobre metodologia para acelerar independência financeira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements