Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-30T19:14:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
falou demais?

CVM suspende oferta de debêntures da Petrobras

Gancho na oferta pode durar por até 30 dias. CVM levou em conta entrevista de diretora da Petrobras para suspender oferta

30 de agosto de 2019
19:14
Letreiro da Petrobras em frente a prédio
Letreiro da Petrobras em frente a prédio - Imagem: Shutterstock

Está suspensa por até 30 dias a oferta de debêntures anunciada neste mês pela Petrobras. A decisão anunciada na noite desta sexta-feira pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Em nota, a CVM explica que a decisão foi tomada em virtude da: “Manifestação na mídia da Sra. Andrea Almeida, Diretora de relações com Investidores da Companhia, por meio de entrevista promovida pela XP Investimentos CCTVM S.A., uma das coordenadoras da Oferta, divulgada ao público em 27/8/2019 pela plataforma Youtube e veiculada por alguns veículos de comunicação, em infração ao art. 48, inciso IV, da Instrução CVM 400.”

O que diz o referido artigo? “Abster-se de se manifestar na mídia sobre a oferta ou o ofertante até a divulgação do Anúncio de Encerramento de Distribuição nos 60 (sessentas) dias que antecedem o protocolo do pedido de registro da oferta ou desde a data em que a oferta foi decidida ou projetada, o que ocorrer por último.”

Consequências

A CVM também determinou a publicação de comunicado ao mercado informando a decisão da suspensão, bem como a retirada da internet da referida entrevista. A suspensão poderá ser revogada se as irregularidades apontadas forem devidamente corrigidas. Caso contrário, o pedido de registro da oferta será indeferido. A XP já retirou o vídeo do ar.

“Reiteramos que o investidor deve basear sua decisão de investimento exclusivamente na documentação da Oferta e nas informações divulgadas pela Emissora em decorrência de suas obrigações enquanto companhia aberta, desconsiderando eventuais manifestações por parte de seus representantes as quais podem conter impressões pessoais não adstritas a aspectos técnicos e sem apresentar aos potenciais investidores os riscos inerentes aos valores mobiliários emitidos”, diz a CVM.

Os detalhes da oferta, que soma até R$ 3,6 bilhões, e se vale a pena ou participar quando ela voltar estão nessa reportagem aqui.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

fique por dentro

Selic hoje está em 5,25% ao ano; entenda a alta dos juros em 5 pontos

Banco Central está subindo a taxa básica de juros a quatro reuniões; a autoridade monetária já contratou mais um ajuste; entenda as razões e como ela afeta sua vida

Privatização dos correios

Câmara dá início à sessão que discute privatização dos Correios; acompanhe

A venda da estatal está prevista no Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo; a proposta permite a transformação dos Correios em empresa de economia mista

Alta (segura) dos papéis

Parceria com o Grupo Caoa faz ações da seguradora Wiz (WIZS3) subirem mais de 5%; confira detalhes do acordo

A empresa celebrou uma parceria comercial contratual com prazo de vigência de 12 meses com a Caoa Corretora de Seguros, por meio de sua controlada Wiz Conseg

Primeiro dia

Ação da Raízen (RAIZ4) estreia na bolsa em alta de mais de 1%

Pouco depois da abertura, porém, papel retornou para a faixa de preço do IPO; maior abertura de capital do ano na B3 movimentou R$ 6,9 bilhões

Depois dos resultados, a bonança

Opções de Petrobras disparam até 540% em 1 dia com lucro e dividendo bilionários

O lucro acima do esperado pelo mercado no segundo trimestre deste ano e a antecipação de R$ 31,6 bilhões em dividendos animaram a bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies