Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-07T14:29:08-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
pós-certame

Guedes culpa regime de partilha pela baixa presença de estrangeiras no leilão da cessão onerosa

Ministro disse que o resultado foi positivo e considerou que foi colocado um “elefante para voar” por conta do regime; “Conversamos cinco anos sobre cessão onerosa e no final deu no show”

7 de novembro de 2019
14:27 - atualizado às 14:29
paulo guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, culpou o regime de partilha pelo não comparecimento das maiores empresas petrolíferas do mundo no leilão da cessão onerosa realizado na quarta-feira (6). Com isso, ele adiantou que o governo pode alterar o próximo leilão da área para o regime de concessão.

Ainda assim, considerou o resultado positivo, mesmo que a arrecadação antes estimada em R$ 106,5 bilhões não tenha ultrapassado os R$ 70 bilhões.

"As 17 empresas gigantes do mundo não apareceram no leilão cessão onerosa e a Petrobras levou sem ágio. Imagina se nem a Petrobras tivesse dinheiro pra entrar no leilão da cessão onerosa", admitiu o ministro, no evento "Diálogos com o TCU", organizado pelo Tribunal de Contas da União.

Guedes criticou o regime de partilha, que considerou uma "herança institucional ruim" de governos passados. "No regime de partilha, a empresa tem que furar diversas camadas de negociação antes de começar a furar o petróleo. Esse regime é usado por empresas francesas em regimes corruptos da África", alfinetou.

"O regime de partilha é difícil, colocamos um elefante para voar. Conversamos cinco anos sobre cessão onerosa e no final deu 'no show', vendemos para nós mesmos", completou.

Por isso, o ministro reconheceu que os campos que não foram vendidos na quarta deverão ser leiloados no futuro com preços menores ou até mesmo sob o regime de concessão, ao invés de partilha. "Temos que refletir se regime de concessão usado no mundo inteiro não é melhor. Não existe leilão de petróleo vazio em regime de concessão", avaliou.

Guedes, entretanto, comemorou o fato de a Petrobras ter arrematado os campos de Búzios, em consórcio, e de Itapu, sozinha. Sem competição e sem ágio, a licitação chegou ao fim com índice de sucesso de 50%: duas das quatro áreas foram vendidas.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Bilionário X Bitcoin

“Eu realmente não ligo para o bitcoin (BTC)”, afirma CEO do JP Morgan, que vê potencial de crescimento de até dez vezes para o preço da criptomoeda

Em entrevista ao jornal Times of India, Jamie Dimon mostrou que segue com ceticismo em torno do mercado de criptomoedas

Federal reserve

Dirigente do Fed vê economia próxima de atingir nível para início de tapering

Evans disse a instituição irá concentrar esforços no sentido de gerar inflação sustentável que seja consistente com sua meta oficial

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: uma recomendação simples e direta para comprar agora; confira

Às vezes, a gente conta história, se mete a falar de filosofia, apresenta uma teoria com o intuito de demonstrar um ponto. E, às vezes, não tem nada disso. Seguimos a via mais direta nesta segunda-feira. Se aparecer uma oportunidade simples e eficiente, você deve aproveitá-la sem tergiversar.  Difícil entender a preferência de algumas pessoas […]

Mercados Hoje

Recuperação do petróleo e do minério de ferro puxam Ibovespa para o campo positivo, mas NY limita os ganhos

A semana está recheada de números importantes para o mercado, mas a segunda-feira começa no vermelho para o Ibovespa

Bitcoin (BTC) hoje

O que mexe com o preço do bitcoin (BTC) hoje: criptomoedas se recuperam após susto com China e analista da Bloomberg ajusta expectativas para o mercado até o final do ano

Assim como ó gosto duvidoso em sequências de filmes, a história da China contra o bitcoin não anima mais os fãs

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies