🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2019-05-09T18:07:10-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Analistas elogiaram

Ações da MRV sobem forte após resultados trimestrais superarem as expectativas

A MRV reportou crescimento de dois dígitos no lucro e na receita no primeiro trimestre deste ano — surpreendendo positivamente os analistas

9 de maio de 2019
16:36 - atualizado às 18:07
Eduardo Fischer, copresidente da MRV
Eduardo Fischer, copresidente da MRV - Imagem: Leo Martins

As ações ON da MRV (MRVE3) despontaram entre as maiores altas do Ibovespa nesta quinta-feira (9), com o mercado recebendo bem os resultados trimestrais da companhia: o lucro líquido da construtora chegou a R$ 189 milhões, alta de 18,2% ante os três primeiros meses do ano passado.

A cifra superou a média das estimativas de analistas consultados pela Bloomberg, que apontava para um ganho de R$ 164 milhões no trimestre. Como resultado, os papéis da MRV fecharam em alta de 4,49%, a R$ 15,60 — na máxima, chegaram a avançar 6,36%, a R$ 15,88.

Mas a surpresa positiva não se resumiu ao lucro. Os analistas elogiaram os números apresentados pela MRV como um todo, em especial o crescimento de 22,7% na receita líquida, para R$ 1,5 bilhão. Outros pontos, como a diluição de custos e a aceleração do ciclo de construção, também foram apontados como destaques positivos do balanço.

Confira abaixo a reação dos analistas aos números da MRV:

BTG Pactual — Trimestre forte, com o lucro por ação superando a estimativa em 15%

Recomendação: Compra

Preço-alvo: R$ 16,00

"Os resultados da MRV foram mais fortes que o esperado, superando nossas projeções do começo ao fim"

"A MRV quebrou a sequência de 26 trimestres com geração de caixa, registrando uma pequena queima de R$ 11 milhões. O principal culpado foi a dificuldade enfrentada pela empresa com os repasses e janeiro e fevereiro, após as mudanças no programa 'Minha Casa, Minha Vida' no ano passado"

"Apesar dos ganhos da ação no ano, de mais de 21%, ainda achamos que o valuation da MRV está atrativo"

Bradesco BBI — Bons resultados, mas aumentam os desafios para o crescimento

Recomendação: Neutro

Preço-alvo: R$ 16,00

"A receita líquida cresceu 23% na base anual, principalmente por causa do ciclo mais rápido de construção e do avanço nas vendas"

"A margem bruta da MRV está caindo desde o quarto trimestre de 2017, em meio a um cenário mas restrito de crédito e a implantação de melhorias no acabamento dos apartamentos"

"A MRV atualmente tem margens menores e um ritmo mais lento de vendas que seus pares"

Itaú BBA — Resultados sólidos, com crescimento de receita

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 17,70

"O crescimento sólido da receita líquida, combinado com uma diluição suave das despesas com vendas, gerais e administrativas (SG&A), pavimentaram o caminho para a melhoria no retorno sobre o patrimônio líquido na base anual"

"Reafirmamos a ação como uma das melhores opções dentre as construtoras brasileiras"

Safra — Boa performance financeira

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 21,30

"Os resultados foram impulsionados pelo aumento de 23% na receita da empresa, o que, apesar do crescimento de 26% nos custos, ainda resultou numa expansão de 17% no lucro bruto"

"Além do resultado positivo, a MRV anunciou o pagamento de R$ 328 milhões em dividendos extraordinários"

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies