Menu
2019-05-09T18:07:10-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Analistas elogiaram

Ações da MRV sobem forte após resultados trimestrais superarem as expectativas

A MRV reportou crescimento de dois dígitos no lucro e na receita no primeiro trimestre deste ano — surpreendendo positivamente os analistas

9 de maio de 2019
16:36 - atualizado às 18:07
Eduardo Fischer, copresidente da MRV
Eduardo Fischer, copresidente da MRV - Imagem: Leo Martins

As ações ON da MRV (MRVE3) despontaram entre as maiores altas do Ibovespa nesta quinta-feira (9), com o mercado recebendo bem os resultados trimestrais da companhia: o lucro líquido da construtora chegou a R$ 189 milhões, alta de 18,2% ante os três primeiros meses do ano passado.

A cifra superou a média das estimativas de analistas consultados pela Bloomberg, que apontava para um ganho de R$ 164 milhões no trimestre. Como resultado, os papéis da MRV fecharam em alta de 4,49%, a R$ 15,60 — na máxima, chegaram a avançar 6,36%, a R$ 15,88.

Mas a surpresa positiva não se resumiu ao lucro. Os analistas elogiaram os números apresentados pela MRV como um todo, em especial o crescimento de 22,7% na receita líquida, para R$ 1,5 bilhão. Outros pontos, como a diluição de custos e a aceleração do ciclo de construção, também foram apontados como destaques positivos do balanço.

Confira abaixo a reação dos analistas aos números da MRV:

BTG Pactual — Trimestre forte, com o lucro por ação superando a estimativa em 15%

Recomendação: Compra

Preço-alvo: R$ 16,00

"Os resultados da MRV foram mais fortes que o esperado, superando nossas projeções do começo ao fim"

"A MRV quebrou a sequência de 26 trimestres com geração de caixa, registrando uma pequena queima de R$ 11 milhões. O principal culpado foi a dificuldade enfrentada pela empresa com os repasses e janeiro e fevereiro, após as mudanças no programa 'Minha Casa, Minha Vida' no ano passado"

"Apesar dos ganhos da ação no ano, de mais de 21%, ainda achamos que o valuation da MRV está atrativo"

Bradesco BBI — Bons resultados, mas aumentam os desafios para o crescimento

Recomendação: Neutro

Preço-alvo: R$ 16,00

"A receita líquida cresceu 23% na base anual, principalmente por causa do ciclo mais rápido de construção e do avanço nas vendas"

"A margem bruta da MRV está caindo desde o quarto trimestre de 2017, em meio a um cenário mas restrito de crédito e a implantação de melhorias no acabamento dos apartamentos"

"A MRV atualmente tem margens menores e um ritmo mais lento de vendas que seus pares"

Itaú BBA — Resultados sólidos, com crescimento de receita

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 17,70

"O crescimento sólido da receita líquida, combinado com uma diluição suave das despesas com vendas, gerais e administrativas (SG&A), pavimentaram o caminho para a melhoria no retorno sobre o patrimônio líquido na base anual"

"Reafirmamos a ação como uma das melhores opções dentre as construtoras brasileiras"

Safra — Boa performance financeira

Recomendação: Outperform (compra)

Preço-alvo: R$ 21,30

"Os resultados foram impulsionados pelo aumento de 23% na receita da empresa, o que, apesar do crescimento de 26% nos custos, ainda resultou numa expansão de 17% no lucro bruto"

"Além do resultado positivo, a MRV anunciou o pagamento de R$ 328 milhões em dividendos extraordinários"

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Banco Central monta centro para acelerar a criação de fintechs

Laboratório de Inovações Financeiras e Tecnológicas (LIFT) apoia startups financeiras a desenvolverem projetos ao lado de técnicos que elaboram as normas regulatórias do mercado brasileiro.

Funcionários da Petrobras

FNP diz que todas as plataformas do litoral paulista aderiram à greve dos petroleiros

Petrobras diz que não está havendo redução da produção por conta do movimento, mas coordenador da Federação Nacional dos Petroleiros diz que estatal “mente”.

Sucessão

Herdeiros do agronegócio aliam tradição a avanço tecnológico

Nova geração de empresários do campo estão assumindo os negócios da família e ganhando influência no meio do agronegócio; conheça algumas histórias

Entrevista

Para Deutsche Bank, política ambiental de Bolsonaro prejudica investimento estrangeiro no país

Para Deepak Puri, diretor da área de Wealth Management nas Américas do Deutsche Bank, mesmo assim Brasil deve registrar uma recuperação mais forte neste ano.

Ganhando terreno

Carrefour anuncia aquisição de 30 lojas do Makro por R$ 1,95 bilhão

O plano da varejista é converter as bandeiras das unidades para Atacadão dentro de até um ano após fechar a transação

AS LIÇÕES 'FIRE' DO BILIONÁRIO

O que você perguntaria a Warren Buffett?

Aos 89, o mago de Omaha tem muito a ensinar a quem procura dar um gás nos seus investimentos em busca da sua aposentadoria precoce

Risco de lascas de vidro

Heineken anuncia recall voluntário de lotes de long neck com problemas na garrafa

A empresa identificou alteração na embalagem que pode levar lasca de vidro a ser aberta

Após imbróglio com os russos

Fertilizantes Heringer homologa plano de recuperação judicial

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia

Impostos

Decreto para zerar tributo em querosene de aviação sai neste ano, diz Secretário

O governo vai editar um decreto para zerar, a partir de 2021, a incidência de PIS/Cofins sobre o combustível utilizado em aeronaves.

Entrevista

‘A grande vacina é a continuidade das reformas’, diz Ana Paula Vescovi, economista do Santander

Banco revisou para baixo previsão de crescimento para 2020, após indicadores fracos.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements