Menu
2019-11-13T08:58:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
OLHO NOS NÚMEROS

MRV, Copel e Cogna: os balanços que movimentam os mercados nesta quarta-feira

Maratona de números promete movimentar a bolsa. Para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada empresa

13 de novembro de 2019
8:56 - atualizado às 8:58
balanço relatório crescimento
Imagem: Shutterstock

A temporada de resultados empresariais do terceiro trimestre de 2019 segue nesta quarta-feira (13) com grandes destaques da bolsa. Entre a noite de ontem e a manhã de hoje ao menos três empresas divulgaram seus resultados.

A maratona de números ajuda a movimentar a bolsa brasileira. Ontem, o Ibovespa terminou o dia em baixa de 1,49%, aos 106.751,11 pontos. O dólar à vista fechou em alta de 0,57%, a R$ 4,1665. Veja como deve ser o dia dos mercados na Bula.

Mas para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados trimestrais das empresas, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada companhia. Confira como foi o trimestre de MRV, Copel e Cogna.

MRV

A MRV, maior operadora do Minha Casa Minha Vida (MCMV), teve uma queda em seu lucro líquido no terceiro trimestre deste ano devido a redução do valor médio de subsídio por imóvel dentro do programa habitacional após uma mudança de regra no fim do ano passado, aumento no preço do aço e do concreto, entre outras coisas. A incorporadora ainda teve uma expansão do uso de mão de obra próprio no lugar de terceirizados. Em paralelo, a companhia passou a adotar o modelo de paredes de concreto em substituição à alvenaria tradicional, o que gerou uma perda de produtividade temporária para aprendizado por parte das equipes. Esses fatores provocaram uma queda de 3,6 pontos porcentuais na margem bruta, que recuou para 29,5%.

  • Lucro líquido: R$ 160 milhões (↓8%)
  • Ebitda (potencial de geração de caixa): R$ 248 milhões (↑4,2%)
  • Receita: R$ 1,569 bilhão (↑16,1%)

Copel

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) registrou lucro líquido de R$ 613 milhões no terceiro trimestre deste ano, o que representou um avanço de 42,4% em relação ao mesmo trimestre de 2018. Segundo a companhia, o resultado é explicado, em grande parte, por itens não recorrentes referentes à reversão de R$ 183,6 milhões de impairment de ativos de geração, ao resultado do trânsito em julgado da ação em que a Compagas discutia a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Pasep e Cofins, com efeito de R$ 100,9 milhões na receita operacional, e pelo resultado positivo de R$ 82,8 milhões referente ao valor justo na compra e venda de energia da Copel Comercialização, parcialmente compensados pelo registro de R$ 136,5 milhões com impairment e baixas dos valores decorrentes de desativação de ativos de telecomunicações.
  • Lucro líquido: R$ 613 milhões (↑42,4%)
  • Ebitda (potencial de geração de caixa): R$ 1,201 bilhão (↑40,5%)
  • Receita: R$ 4,253 bilhões (↓1,3%)

*Mais informações em breve

*Com Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Câmbio

A alta do dólar preocupa? Com a palavra, o presidente do Banco Central

Campos Neto disse que o BC avalia constantemente se a alta do dólar retarda as decisões de investimento ou contamina as perspectivas de inflação

de olho nas finanças

48% dos brasileiros não controlam o próprio orçamento, mostra pesquisa CNDL/SPC

Segundo o levantamento, a frequência de análise de orçamento é inadequada mesmo entre a maioria dos 52% de brasileiros que utilizam alguma forma de controle de suas finanças

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

presidente ficou irritado

Assessor do Planalto é afastado por usar avião da FAB

Vicente Santini usou uma aeronave oficial para se deslocar até Nova Délhi, na Índia

Exile on Wall Street

Contágio: e agora, o que fazer?

Medo de uma grande pandemia transmitida rapidamente num mundo globalizado e interconectado encontra representação mitológica tão forte que virou blockbuster em Hollywood

Alívio

Ibovespa acompanha o exterior e opera em alta, recuperando parte das baixas de ontem

O Ibovespa ensaia uma recuperação após as perdas massivas da sessão passada, apesar de o noticiário referente ao coronavírus continuar inspirando cautela

Nunca vi contexto tão favorável para negócios no Brasil, diz CEO do Magazine Luiza

Frederico Trajano afirmou ter planos “extremamente ambiciosos” para a rede varejista nos próximos anos após oferta de ações de quase R$ 5 bilhões

atento ao cenário

Coronavírus pode reduzir previsão de crescimento, mas é cedo para cravar, diz OMC

Diretor da entidade disse que, por enquanto, há apenas especulação dos economistas apontando revisão para baixo dos números

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

Enquanto acompanham o avanço do coronavírus, os investidores olham também para as novidades no mundo corporativo. Os números da Cielo vieram piores do que as expectativas, que já eram bem negativas. A JBS anunciou um negócio bilionário na China. E a união de Embraer e Boeing ganhou o aval do Cade.   O que você precisa saber hoje: […]

segundo agência

Em grave crise econômica, Venezuela avalia privatizar petróleo

Representantes do governo conversaram com diferentes empresas, diz agência; medida abandonaria décadas de monopólio estatal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements