Menu
2019-05-16T18:50:28-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Otimismo, muito otimismo

Com fome? Marfrig divulga projeções agressivas e ações disparam mais de 7%

A Marfrig deu a entender que os próximos trimestres serão bastante positivos, apresentando projeções que surpreenderam os analistas — e animaram o mercado

16 de maio de 2019
16:47 - atualizado às 18:50
Frigorífico Marfrig JBS BRF carne
Imagem: Shutterstock

Os resultados trimestrais da Marfrig foram considerados neutros por analistas. No entanto, a empresa não deixou dúvidas: está com muita fome de resultados para o restante do ano. E essa agressividade foi bem recebida pelo mercado.

O frigorífico reportou, junto de seus resultados trimestrais, algumas projeções financeiras para o ano, dando a entender que o restante de 2019 será bastante forte. E, como resultado, as ações ON (MRFG3) da empresa dispararam nesta quinta-feira (16), fechando em alta de 7,87%, a R$ 6,85 — na máxima, chegaram a subir 9,45%, a R$ 6,95.

O comportamento dos papéis da Marfrig destoou do restante do Ibovespa. Num dia marcado pela tensão dos mercados em relação ao cenário político local, o índice fechou em queda de 1,75%, aos 90.024,47 pontos.

A Marfrig encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 4,3 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 203 milhões contabilizado há um ano. A receita líquida saltou 229%, para pouco mais de R$ 10 bilhões, e o Ebitda — o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização — avançou 214% em termos ajustados, para R$ 571 milhões.

Mas o que fez os olhos do mercado brilharem foi o guidance do frigorífico para o ano. A empresa irá perseguir uma receita líquida consolidada entre R$ 47 bilhões e R$ 49 bilhões neste ano — o que, considerando o resultado dos três primeiros meses de 2019, implica em receitas médias de mais de R$ 12 bilhões por trimestre até o fim do ano.

A Marfrig ainda projeta uma margem Ebitda de 8,7% a 9,5% no resultado de 2019 — o que também supõe uma forte evolução nos próximos trimestres, já que, entre janeiro e março deste ano, esse indicador ficou em 5,7%.

Por fim, a companhia estima um fluxo de caixa livre entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão no ano. No primeiro trimestre, a Marfrig registrou um consumo de R$ 1,4 bilhão de caixa.

A agressividade das projeções chamou a atenção dos analistas. O Bradesco BBI destaca que caso a estimativa para receita fique no centro da faixa informada — ou seja, R$ 48 bilhões —, a Marfrig irá superar as projeções do banco em 5%.

"Apesar de termos uma abordagem conservadora e não alterarmos nossas estimativas, destacamos que o novo guidance da Marfrig sugere uma forte melhoria no restante do ano", diz o Bradesco. "Acreditamos que as projeções da empresa podem incorporar um cenário de preços e volumes mais forte, dado o impacto do surto de febre suína na China".

O BTG Pactual segue linha semelhante — a casa também acredita que as projeções da Marfrig levam em conta um cenário em que a febre suína na China irá "transformar as coisas" nos próximos trimestres. O banco ressalta que uma geração de caixa de R$ 1,25 bilhão em 2019 — no centro das estimativas informadas pela empresa — implica numa geração de cerca de R$ 2,7 bilhões nos próximos trimestres.

Para o Itaú BBA, as estimativas divulgadas pela Marfrig ficaram acima das expectativas, uma vez que a casa projetava receita de R$ 45 bilhões neste ano. "Planejamos atualizar nossas estimativas para levar o guidance em consideração", diz o banco.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O melhor do seu dinheiro

Avanço na PEC Emergencial e dólar a R$ 5,70

Hoje foi um dia daqueles em que Ibovespa e dólar caminharam para o mesmo sentido – para cima. As notícias têm sido agridoces para o mercado financeiro, então enquanto algumas coisas animam de um lado, outras preocupam do outro. No front da PEC Emergencial, as coisas avançaram, e parece que vai ter, afinal, algum controle […]

Primeiro passo

Os documentos que você deve reunir para declarar o imposto de renda 2021

Reunir a documentação que te auxilia no preenchimento da declaração é o primeiro passo. Empresas tiveram até a última sexta (28) para entregar os informes de rendimentos.

FECHAMENTO

Ibovespa reage na reta final e sobe mais de 1% com novidades sobre PEC Emergencial; dólar também sobe refletindo cautela

A bolsa chegou a cair mais de 2%, enquanto o Banco Central precisou injetar mais de US$ 2 bilhões para tentar segurar o câmbio

Chama o Max

Devo comprar ações da Jereissati para surfar na retomada da economia? Confira a análise

Como investidor, você pode tirar proveito da retomada da economia através dos papéis de uma das mais promissoras microcaps nacionais.

Fundos de investimento

Ney Miyamoto deixa equipe de gestão da Alaska

Fundador e um dos executivos mais experientes da equipe da Alaska, Miyamoto permanece como sócio e investidor dos fundos da casa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies