Menu
2019-05-21T12:22:45-03:00
Estadão Conteúdo
Setor segue sem otimismo

Confiança do consumidor volta a subir em abril, mostra pesquisa CNDL/SPC Brasil

Apesar do crescimento, o índice segue abaixo de 50 pontos, o mínimo para que o resultado aponte uma percepção otimista do consumidor

21 de maio de 2019
12:22
Varejo
Varejo -

O índice de confiança do consumidor medido pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) voltou a subir em abril, mostra pesquisa obtida em primeira mão pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. O indicador marcou 46,9 pontos, depois de ter atingido 45,6 pontos em março - abaixo dos 49 pontos registrados em fevereiro.

Apesar do crescimento, o índice segue abaixo de 50 pontos, o mínimo para que o resultado aponte uma percepção otimista do consumidor. A escala vai de zero a 100. Em abril do ano passado, a confiança estava ainda mais baixa, a 42 pontos.

Para o presidente da CNDL, José César da Costa, a lenta recuperação da economia segue afetando o bolso do consumidor e acaba refletindo o quadro de confiança ainda baixa. "Para que a retomada da confiança se consolide, será preciso que o consumidor sinta alguma melhora no momento atual, com o aumento da oferta de vagas de emprego e o avanço da sua renda", analisa.

A pesquisa mostra também que aqueles que consideram o cenário econômico ruim ou muito ruim, embora sejam maioria entre os entrevistados, com 61% de participação, são uma fatia menor do que em março, quando representavam 66%. Os que acham situação boa ou muito boa, que eram 4% em março, subiram para 7% no mês passado.

O mesmo movimento foi observado na pergunta sobre a situação financeira do consumidor. Aqueles que afirmam que o momento é ruim ou péssimo caíram de 41% em março para 38% em abril. Na outra ponta, os consumidores que consideram a situação boa ou ótima subiram de 12,5% para 13,6%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

Tela azul

O “selo Buffett” no Nubank, a falha da Coca-Cola com CR7 e uma fraude no setor de tecnologia; confira os destaques da edição #37 do Tela Azul

Richard Camargo, André Franco e Vinícius Bazan comentam os principais assuntos no mundo das techs em papo descontraído e reforçam o convite para o evento que vai revelar as ações de tecnologia mais promissoras do momento

Bola rebola

Show das poderosas: Nubank estreia dueto com Anitta e cala os críticos com primeiro lucro

Fintech que já vale US$ 30 bilhões tem primeiro resultado positivo na história e anuncia contratação da cantora para compor o conselho de administração

Temperatura subindo

Febraban: carteira de crédito continua em expansão e deve registrar melhor índice desde 2013

As concessões de empréstimos devem apresentar crescimento de 4,7% em maio, acumulando aumento de 6,9% nos últimos 12 meses

Fim de papo

Bolsonaro se irrita com questão de frete e termina conversa na saída do Alvorada

Antes, ao ser cobrado quais as propostas para atender a categoria, Bolsonaro repetiu que o “maior problema de vocês (caminhoneiros)” é o preço dos combustíveis e os tributos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies