Menu
2019-09-25T19:32:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Avaliação do capitão

Metade da população desaprova a maneira de Bolsonaro governar, diz CNI-Ibope

Desde janeiro, a aprovação do governo vem caindo na série do Ibope: era de 67% em janeiro e caiu 23 pontos

25 de setembro de 2019
19:32
Bolsonaro
Imagem: Alan Santos/PR

Metade dos brasileiros desaprova a maneira do presidente Jair Bolsonaro governar o País, mostra pesquisa feita pelo Ibope e divulgada nesta quarta-feira, 25, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice de pessoas que desaprovam a maneira de Bolsonaro governar oscilou de 48% em junho para 50% este mês.

A aprovação, por sua vez, passou de 46% para 44% no mesmo período. Na série histórica do Ibope, esta é a segunda pesquisa em que o porcentual de entrevistados que desaprovam o governo Bolsonaro é marginalmente maior do que a quantidade de pessoas que aprovam a gestão.

Desde janeiro, a aprovação do governo vem caindo na série do Ibope: era de 67% em janeiro e caiu 23 pontos. A desaprovação, por outro lado, subiu 29 pontos: foi de 21% para 50%.

Segundo o levantamento, a parcela da população que considera o governo Jair Bolsonaro ótimo ou bom oscilou de 32% para 31%, em relação à edição de junho. O porcentual dos brasileiros que avalia a atual administração como ruim ou péssima oscilou de 32% para 34%, no comparativo. As variações ocorreram dentro da margem de erro da pesquisa.

Confiança

Em outro quesito do levantamento, 55% dos entrevistados dizem não confiar no presidente Jair Bolsonaro. O índice era de 51% em junho. Já os que confiam caíram de 46% para 42% entre um mês e outro.

Temer

De acordo com a pesquisa CNI/Ibope, o índice de brasileiros que considera o governo Bolsonaro melhor do que a gestão do ex-presidente Michel Temer caiu de 47% para 43% da população.

Segundo o levantamento, 33% dos entrevistados consideram que os dois governos são iguais, enquanto 20% avaliam que a atual gestão é pior do que a de Temer - ante 17% na última edição, realizada em junho. Outros 4% não souberam ou não quiseram responder.

Políticas ambientais

A população brasileira também está mais insatisfeita com as políticas ambientais do governo. Segundo o levantamento, a desaprovação sobre a atuação da área passou de 45% para 55% entre junho e setembro deste ano.

Além disso, as notícias sobre o governo mais lembradas pela população se referem justamente ao meio ambiente, alvo de críticas no Brasil e no exterior devido às queimadas na Amazônia. Entre os brasileiros, 22% lembraram de notícias relacionadas ao meio ambiente, considerando as queimadas na região amazônica e embates entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente francês, Emmanuel Macron.

O segundo grupo de notícias mais lembrado (11%) se refere à saúde do presidente Jair Bolsonaro, que passou pela quarta cirurgia após a facada no dia 8 de setembro.

A desaprovação da atuação do governo é maior em relação aos impostos (62%) e também em relação à taxa de juros (61%).

Outro tema que registrou aumento na desaprovação é o combate à fome e à pobreza, que subiu de 51% em junho para 57% em setembro; a desaprovação no combate ao desemprego, que passou de 55% para 59% no mesmo período.

O tema mais bem avaliado continua sendo a segurança pública, cuja aprovação é de 51%. A área é comandada pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, que foi enaltecido como "símbolo nacional" pelo presidente Jair Bolsonaro em discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas.

O Ibope ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios entre 19 e 22 de setembro. O levantamento anterior havia sido realizado de 20 e 26 de junho. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para cima e para baixo.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

privatizações na agenda

Guedes diz que é preciso privatizar os Correios ‘antes que o ativo se deteriore’

Ministro classificou como importante a rede de entregas da estatal; ele justificou demora em desestatizações e reiterou que auxílio emergencial acaba no final do ano

Tudo normal?

Maioria das empresas está otimista para vendas na Black Friday, diz Boa Vista

Cerca de 66% das empresas acreditam que as vendas da Black Friday em 2020 serão iguais ou superiores às de 2019.

DINHEIRO NO BOLSO

BB Investimentos muda carteira de dividendos após resultados do 3º trimestre

Analistas avaliam que retomada da economia fomenta a expectativa de melhores resultados, resultando no maior pagamento de proventos

homem negro espancado

Carrefour tomba 6% e lidera quedas do Ibovespa após protestos e pedidos de boicote pela morte de João Alberto de Freitas

Homem negro foi assassinado por dois seguranças de um estabelecimento da rede de supermercados em Porto Alegre. Ato gerou pedidos de boicotes por artistas e usuários de redes sociais, além de manifestações em frente e dentro de lojas do Carrefour

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies