Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-06-01T12:16:25-03:00
melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: O impulso no fundo da piscina

1 de junho de 2019
11:56 - atualizado às 12:16
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Quando eu era criança, esperava com ansiedade pelo verão para passar minhas tardes no clube. Lá no Grêmio Patobranquense tinham três trampolins na piscina funda. Crianças e adolescentes passavam a tarde pulando, uma atrás da outra.

Ao cair na água, você precisava sair do meio rápido para não correr o risco de  levar um coice do próximo da fila. Mas quando o clube estava vazio, eu gostava de pular e tentar deslizar até o fundo. Tudo isso para conseguir pegar o impulso no chão da piscina e emergir com mais força até a superfície. Bons tempos…

Parece que os mercados pegaram um “impulso” no fundo do poço esta semana. Na anterior, tudo acabou mal, com clima para lá de ruim em Brasília. Uma pesquisa da XP/Ipesp divulgada na sexta-feira (24) mostrava que o grupo dos que consideram o governo “ruim ou péssimo” superou pela primeira vez o daqueles que o classificam como “bom ou ótimo”.

Na segunda-feira, “desafetos” políticos dos Três Poderes (ou “amigos que estão de mal”, como preferir), deixaram as desavenças de lado e firmarem um pacto pelo Brasil. Esse episódio, assim como manifestações favoráveis ao presidente da República e sua pauta de reformas no fim de semana passado, trouxeram ânimo aos investidores.

Foi o impulso no fundo da piscina para voltar à superfície. A bolsa, que começou a semana com perdas acumuladas em maio, teve uma maré positiva. Foi o suficiente para virar o jogo e fechar o mês no azul. Bravo!

No final das contas, o Ibovespa subiu 0,7% em maio. Um resultado mediano comparado a outras aplicações. Aliás, uma dica: antes de você relembrar o que bombou na semana, dá uma olhada no ranking de investimentos de maio que a Julia Wiltgen preparou para você.

Veja as 5 notícias mais lidas na semana:

1 - Pela primeira vez, Bolsonaro vê rejeição superar aprovação e população demanda pragmatismo

2 - O mantra dos shoppings: comprem na loja, comprem no site, mas comprem de mim…

3 - Guedes anuncia liberação de contas ativas e inativas do FGTS

4 - A ausência dos 150 mil tuítes de Bolsonaro se faz muito presente

5 - Novo decreto de Bolsonaro mantém brecha para compra de fuzis

Um grande abraço e ótimo sábado!

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CONTRA O RELÓGIO

Rússia está há poucas horas de entrar em default; entenda o que isso significa para os seus investimentos

Este será o primeiro calote do país desde a revolução Bolchevique, em 1918; Rússia deve cerca de US$ 100 milhões aos EUA

PROBLEMAS COM O MEC

Caio Paes de Andrade recusou entrevista com Comitê de Pessoas da Petrobras (PETR4) após seu nome ter passado ‘raspando’ por conselho de elegebilidade

Problemas com o currículo do indicado à presidência da estatal também foram pauta no debate do Cope para aprovação de Caio Paes

PROBABILIDADES

Quina de São João: 11 apostas levam mais de R$ 17 milhões para casa; confira números do sorteio — e como ter mais sorte na próxima

Você sabia que existe como aumentar suas chances de acertar as cinco dezenas da Quina? Entenda como nesta matéria

DÉCIMO ANDAR

Vale a pena investir em shopping centers? Confira uma oportunidade no segmento imobiliário de melhor performance em 2022

Vendas em shopping centers cresceram 34,8% no 1T22, primeiro resultado positivo do setor desde o início da pandemia

FORTES SINAIS

Por que você deveria olhar a disparada de juros dos empréstimos imobiliários dos EUA com o risco iminente de recessão? Eles levaram à crise de 2008 e voltaram a subir

Os juros de financiamentos de até 30 anos saíram de 2,75% para mais de 6% em relação ao mesmo mês de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies