Menu
2019-06-09T18:10:35-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Críticas no Twitter

Bolsonaro critica a oposição por obstruir discussões sobre crédito extra ao governo

O presidente Jair Bolsonaro foi ao Twitter para criticar a atuação da oposição, indicando que o governo não terá como pagar benefícios caso o crédito extra solicitado pelo governo não seja concedido

9 de junho de 2019
18:10
Presidente da República, Jair Bolsonaro
Bolsonaro usou o Twitter para criticar a oposição - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro teve apenas um compromisso oficial em sua agenda neste domingo (9): uma reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, ainda durante da manhã. Passado o encontro, o presidente foi ao Twitter — mas não fez menções ao que foi conversado com um dos líderes da articulação política do governo.

Na rede social, Bolsonaro optou por falar novamente de um assunto que trouxe turbulência ao cenário político nesta semana: o pedido de liberação de créditos suplementares ao governo, no valor de R$ 248,9 bilhões — a verba ainda precisa do sinal verde do Congresso.

A Comissão Mista do Orçamento (CMO) do Congresso votaria essa solicitação do governo na última quarta-feira (5), mas a sessão do colegiado foi suspensa após deputados da oposição obstruírem o diálogo. E Bolsonaro não mediu palavras para criticar a atuação da ala contrária a sua gestão nessas discussões.

Sem esse crédito extra, o governo corre o risco de ficar sem dinheiro para pagar benefícios previdenciários e assistenciais, entre outras despesas. O prazo limite para a concessão do crédito termina no próximo sábado (15).

Caso a verba não seja liberada, a gestão Bolsonaro poderá optar por duas direções: ou esses benefícios deixam de ser pagos, ou o governo realiza os desembolsos e quebra a chamada "regra de ouro" das finanças públicas — e, com isso, poderá ficar sujeito a um processo de impeachment por irresponsabilidade fiscal.

Uma nova sessão da CMO para votar a concessão dos créditos solicitados pelo governo está marcada para a próxima terça-feira (11). E o tema pode trazer instabilidade aos mercados financeiros do Brasil.

Na última quarta-feira, os agentes financeiros reagiram mal à suspensão da sessão da CMO — a leitura foi a de que as dificuldades enfrentadas pelo governo para a aprovação dessa verba eram um prenúncio de que a tramitação da reforma da Previdência poderia passar por transtornos semelhantes no Congresso.

Com essa percepção, o Ibovespa terminou o pregão daquele dia em queda de 1,42%, aos 95.998,75 pontos — nas sessões seguintes, contudo, o índice se recuperou, chegando aos 97.821,26 pontos no fechamento de sexta-feira (7).

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Acordo confirmado

Notre Dame Intermédica e Hapvida chegam a acordo para combinação de negócios

Ações da Notre Dame serão incorporadas pela Hapvida; acordo resultará em uma das maiores empresas de saúde do mundo

Sem trégua

Brasil passa de 254 mil mortes por covid-19

Número de casos da doença supera a marca de 10,5 milhões

Estrada do futuro

Em breve, você ganhará dinheiro investindo em uma Mona Lisa

Recebíveis de tecnologia, obras de arte, criptomoedas… o mundo dos investimentos está mudando numa velocidade avassaladora. E pela primeira vez na história os investidores individuais estão fazendo parte dessa mudança

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies