A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-09-05T10:03:51-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Mal-entendido

Como a Zara se viu no centro de uma polêmica envolvendo os protestos em Hong Kong

Todo o problema teria começado quando quatro das 14 lojas da empresa ficaram fechadas durante parte do dia enquanto uma série de protestos ocorreriam pelas principais avenidas da metrópole na última segunda-feira

4 de setembro de 2019
18:37 - atualizado às 10:03
shutterstock_1027086592
Imagem: Shutterstock

A gigante do fast fashion espanhol Zara se viu em maus bocados nesta semana, com o agravamento dos protestos em Hong Kong. Segundo informações da BBC, a companhia fundada pelo bilionário Amancio Ortega foi questionada nas redes sociais. Os usuários teriam ficado em dúvida se a empresa estaria apoiando os protestos que se espalharam pela cidade e que são pró-democracia.

Todo o problema teria começado quando quatro das 14 lojas da empresa ficaram fechadas durante parte do dia, ao mesmo tempo em que ocorria uma série de protestos pela cidade na última segunda-feira (2).

Tudo foi um mal-entendido

Mas, segundo a Inditex, que é a dona da rede de lojas Zara, o atraso na abertura das lojas se deu por conta dos problemas de transporte, já que milhares de jovens tomaram as ruas.

Em nota, a companhia disse que apoia o modelo governamental de "um país, com dois sistemas" e que "respeita a independência do território das pessoas da República da China".

Mesmo sem posicionar diretamente sobre ser ou não favorável aos protestos, ao ser questionada pela CNN na própria segunda-feira (2), a companhia pediu desculpas por conta do possível mal-entendido que possa ter causado aos seus consumidores.

Ações da companhia

Apesar do mal-entendido com as lojas da Zara em Hong Kong, os papéis de sua dona não sofreram forte impacto.
Na última segunda-feira, as ações da Inditex (código ITX) terminaram o pregão em Madri cotadas em € 27,85, sendo que no dia anterior a cotação de fechamento foi de € 28,12.
No ano, os papéis acumulam alta de 24,38%. Já no mês de setembro, as ações apresentam contração de 1,14%.

Um fundador bilionário

Além de ser uma marca bastante famosa mundo afora, a Zara possui como fundador o biliário Amancio Ortega. Ele é atualmente o sexto homem mais rico do mundo.
Segundo a revista Forbes, sua fortuna é avaliada em US$ 62,7 bilhões no ranking de bilionários de 2019, o que faz dele o varejista mais rico do mundo.
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies