Menu
2019-08-23T10:53:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Guerra comercial

China revida e anuncia tarifas sobre US$ 75 bilhões em produtos dos EUA

Os chineses avisaram que teria “troco” depois da última rodada de tarifas anunciada por Donald Trump. Diretor de Comércio dos EUA defende negociações

23 de agosto de 2019
10:53
Xadrez com Estados Unidos e China
Imagem: Shutterstock

A China anunciou tarifas em retaliação aos Estados Unidos hoje, com alíquotas entre 5% e 10% sobre mais US$ 75 bilhões em bens americanos. Segundo comunicado divulgado pelo Conselho de Estado, as tarifas serão implementadas em dois lotes - em 1º de setembro e 15 de dezembro, abrangendo mais de 5 mil produtos.

O documento diz, ainda, que a medida é uma resposta ao anúncio do governo americano de que vai impor tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões em bens chineses, feito no início de agosto.

A ação é "uma medida forçada para lidar com o unilateralismo e o protecionismo comercial dos EUA", diz o Conselho de Estado. "A cooperação é a única escolha correta, e uma situação ganha-ganha pode levar a um futuro melhor", acrescenta o texto.

Resposta americana

O diretor do Conselho de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, disse que as negociações comerciais vão continuar mesmo após o anúncio feito pelos chineses

Navarro, que falou à emissora “Fox Business Network”, disse que a China está enfrentando o peso das tarifas que o governo dos EUA impôs a seus produtos e apelou aos investidores que voltem sua atenção ao discurso que o presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, fará logo mais, às 11h (de Brasília), durante o simpósio anual do Fed em Jackson Hole.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Exclusivo SD Premium

Por que a nova “febre do ouro” ainda está longe do fim

Acredito que o mercado vai agora acumular ao redor de US$ 2.000, antes de retomar a subida. Embora estejamos falando de ouro virtual, não é nenhum exagero dizer que estamos em nova corrida do ouro, com todas as suas alegrias e decepções

Otimismo cauteloso

Lucro da Movida tomba 94% no segundo trimestre, mas CFO espera recuperação: ‘Carro sai mais forte’

Companhia está “cautelosamente otimista”, diz Edmar Lopes Neto, que prevê crescimento da frota e atesta recuperação da demanda

listagem no novo mercado

Caixa Seguridade protocola retomada de IPO na CVM e listagem na B3

Caixa Seguridade informou que a controladora protocolou perante ao órgão e à B3 o pedido de retomada do registro de IPO de ações ON

números da pandemia

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

Ontem o painel trazia 103.026. Ainda há 3.454 óbitos em investigação

seu dinheiro na sua noite

O Ibovespa entre o Céu e o Inferno

Desde que ultrapassou novamente os 100 mil pontos, em meados de julho, o Ibovespa tem ficado meio… de lado. Essa é a expressão usada no mercado quando um índice ou ativo fica nesse “chove não molha”: sobe um pouquinho, cai um pouquinho, mas sempre rondando o mesmo patamar. E não é que o noticiário esteja […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements