Menu
2019-08-23T10:53:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Guerra comercial

China revida e anuncia tarifas sobre US$ 75 bilhões em produtos dos EUA

Os chineses avisaram que teria “troco” depois da última rodada de tarifas anunciada por Donald Trump. Diretor de Comércio dos EUA defende negociações

23 de agosto de 2019
10:53
Xadrez com Estados Unidos e China
Imagem: Shutterstock

A China anunciou tarifas em retaliação aos Estados Unidos hoje, com alíquotas entre 5% e 10% sobre mais US$ 75 bilhões em bens americanos. Segundo comunicado divulgado pelo Conselho de Estado, as tarifas serão implementadas em dois lotes - em 1º de setembro e 15 de dezembro, abrangendo mais de 5 mil produtos.

O documento diz, ainda, que a medida é uma resposta ao anúncio do governo americano de que vai impor tarifas de 10% sobre US$ 300 bilhões em bens chineses, feito no início de agosto.

A ação é "uma medida forçada para lidar com o unilateralismo e o protecionismo comercial dos EUA", diz o Conselho de Estado. "A cooperação é a única escolha correta, e uma situação ganha-ganha pode levar a um futuro melhor", acrescenta o texto.

Resposta americana

O diretor do Conselho de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, disse que as negociações comerciais vão continuar mesmo após o anúncio feito pelos chineses

Navarro, que falou à emissora “Fox Business Network”, disse que a China está enfrentando o peso das tarifas que o governo dos EUA impôs a seus produtos e apelou aos investidores que voltem sua atenção ao discurso que o presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, fará logo mais, às 11h (de Brasília), durante o simpósio anual do Fed em Jackson Hole.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PRÉVIA DOS BALANÇOS

Os grandões vêm aí: Petrobras e Vale divulgam os resultados; veja o que esperar

Semana será marcada pela apresentação dos resultados de algumas das principais companhias da B3

agenda lotada

Os segredos da bolsa: balanços de pesos-pesados podem manter Ibovespa em alta em semana de Copom

Lá fora, resultados do terceiro trimestre de Amazon, Apple, Facebook, Google e Microsoft são destaques, além de decisões de bancos centrais

O GRANDE DRAGÃO VERMELHO

Pandemia deve reforçar poder chinês na economia

Movimento aponta para a continuidade das tensões com Estados Unidos e manutenção da alta demanda por matérias-primas produzidas pelo Brasil

PANOS QUENTES

‘Apresentei desculpas e colocamos ponto final’, diz Salles sobre atrito com Ramos

Salles e Ramos protagonizaram o mais recente atrito dentro do governo, tornado público após chefe do Meio Ambiente se referir ao general como “Maria Fofoca”

ALÍVIO

Mortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz

Média móvel de novos casos ficou em 22.483 no sábado, alta de 11% em relação aos casos da semana anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies