A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-25T17:55:32-03:00
Estadão Conteúdo
Tudo pela reforma

Líder do governo costura maior aproximação entre Bolsonaro e deputados do PSL

Mesmo com o bom número da bancada da Câmara, o governo tem problemas em estabelecer uma base sólida no Congresso Nacional

24 de abril de 2019
12:13 - atualizado às 17:55
Major Vitor Hugo e Jair Bolsonaro
Imagem: Divulgação/Twitter

Líder do governo na Câmara dos Deputados, o deputado Major Vitor Hugo (PSL) costura uma maneira de estreitar a relação entre o presidente Jair Bolsonaro e os parlamentares de seu partido, o PSL, que tem a segunda maior bancada na Câmara, com 54 deputados.

Mesmo com o bom número, o governo tem problemas em estabelecer uma base sólida no Congresso Nacional. O líder na Câmara quer tornar mais frequente o encontro de Bolsonaro com seus correligionários e, por isso, levou nesta quarta-feira (24) dez deputados do PSL para uma audiência com o presidente no Palácio da Alvorada - reunião que inaugurou a agenda do dia do chefe do Executivo.

A ideia é reunir Bolsonaro com grupos pequenos de parlamentares, para que o presidente possa estabelecer um diálogo mais direto com os deputados. O encontro desta quarta foi o primeiro nesse molde, segundo Vitor Hugo. Além do líder, estiveram presentes os deputados Marcelo Freitas - relator da Previdência na CCJ -, Chris Tonietto, Caroline de Toni, General Girão, Coronel Armando, Sanderson, Aline Sleutjes, Luiz Lima, Márcio Labre e Nicolletti. "A base do governo vai se formar, logicamente, em torno do presidente, e toda vez que a gente leva deputados do PSL (até Bolsonaro), a gente fortalece isso", disse o líder na Câmara ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

A iniciativa vem após o próprio líder do PSL na Câmara, delegado Waldir, demonstrar insatisfação com o governo Bolsonaro. Em recente entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o deputado chamou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), de primeiro-ministro, e afirmou que, se a reforma da Previdência for aprovada, o mérito é de Maia. "Ele (Bolsonaro) precisa fazer um carinho na cabeça do parlamentar", disse o líder do partido do presidente.

Segundo Major Vitor Hugo, apesar de ter sido comemorada durante o encontro, a aprovação da reforma da Previdência na CCJ não foi o tema principal da reunião no Alvorada. Apesar da vitória, o governo enfrentou resistência na comissão e precisou negociar com partidos. Foi só depois de 62 dias do envio da reforma da Previdência que a CCJ aprovou a proposta, enquanto que o governo Temer levou apenas 10 dias para passar a sua na mesma comissão.

A intenção do governo agora é de instalar nesta quinta-feira (25) a Comissão Especial para discutir a proposta. A primeira reunião de trabalho, no entanto, deve ocorrer apenas em 7 de maio, após o feriado.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

IMPASSE CONTINUA

Vitória do governo ameaçada? FUP vai à Justiça para anular resultado de assembleia que elegeu novo conselho da Petrobras (PETR4)

19 de agosto de 2022 - 20:20

A FUP vai centrar argumentação contra a eleição a conselheiros de dois nomes barrados pelo Comitê de Elegibilidade da estatal

1ª troca em 20 anos

Americanas (AMER3) anuncia Sergio Rial, ex-CEO do Santander, para o comando da companhia no lugar de Miguel Gutierrez

19 de agosto de 2022 - 19:17

Trata-se da primeira troca no cargo de diretor presidente da varejista em 20 anos; Rial assumirá cargo no início do ano que vem

Acionistas felizes

Dividendos: Telefônica (VIVT3) e Marfrig (MRFG3) pagam nova rodada de proventos. Veja as condições para receber

19 de agosto de 2022 - 19:14

A Telefônica não fixou data para o pagamento dos dividendos, mas segundo a companhia, os créditos serão realizados até 31 de julho de 2023

VAI DISPARAR?

Polo Capital aumenta participação na Tenda (TEND3) e se aproxima do gatilho para “poison pill”; construtora discutirá fim do mecanismo em assembleia

19 de agosto de 2022 - 18:36

O movimento ocorre poucos dias após a companhia anunciar que, atendendo a um pedido da gestora, vai convocar uma Assembleia Geral Extraordinária para discutir a exclusão da “poison pill” de seu estatuto social

FECHAMENTO DO DIA

Frente fria chega ao Ibovespa e índice recua 1,12% na semana; dólar vai a R$ 5,16

19 de agosto de 2022 - 18:33

Apesar da semana calma, o Ibovespa refletiu a cautela com os juros americanos e a queda das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies