Menu
2019-06-04T12:44:40-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Palavras mágicas

Fed está pronto para atuar se guerra comercial afetar a economia dos EUA

Presidente Jerome Powell reforça expectativa de corte de juro que voltou a rodar mercados americanos com mais força

4 de junho de 2019
12:44
Jerome Powell, presidente do Fed
Imagem: Fed

O presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, Jerome Powell, afirmou que está pronto para atuar se a guerra comercial e outros assuntos afetarem a economia americana.

O discurso de Powell foi disponibilizado pelo Fed e antes de entrar no assunto de sua palestra, ele pediu licença para falar sobre os recentes desenvolvimentos envolvendo negociações comerciais e outros assuntos.

“Não sabemos como ou quando esses problemas serão resolvidos. Estamos monitorando de perto a implicação desses eventos sobre as perspectivas econômicas americanas e, como sempre, vamos atuar de forma apropriada para sustentar a expansão, com um mercado de trabalho forte e inflação próxima de nossa meta simétrica de 2%”, afirmou.

A fala de Powell, estimulou o movimento de alta dos mercados americanos, com o Dow Jones subindo 1,7%, enquanto o Nasdaq e o S&P 500 avançavam 1,95% e 1,5%, respectivamente.

A próxima reunião do Fed acontece nos dias 18 e 19 de junho. A taxa básica está entre 2,25% e 2,5% ao ano desde dezembro do ano passado.

Ontem, o mercado já tinha tomado impulso depois da fala do diretor do Fed de Saint Louis, James Bullard, de que um corte de juros poderia se fazer necessário, em breve, em função dos riscos que a economia americana enfrenta em função do acirramento da guerra comercial e da inflação baixa.

O tema central da palestra de Powell é a revisão de longo prazo na estratégia de política monetária e comunicação do Fed.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

na agenda

BOVX11, ETF atrelado ao Ibovespa, chega ao mercado nesta segunda por R$ 13

Produto é o sétimo ETF lançado pela XP nos últimos sete meses, família de fundos que supera R$ 1,1 bilhão de patrimônio; fundo é considerado uma forma prática de diversificar carteira

matriz energética

ANP autoriza Petrobras a vender óleo fora de especificação para térmica operar

Comercialização será para as usinas Termelétricas Geramar, localizadas no município de Miranda do Norte, no Maranhão; Unidade faz parte do plano de contingência da matriz energética brasileira

OBSTÁCULO VENCIDO

‘A batalha foi vencida, mas a luta continua’: MP da Eletrobras passa no Senado, mas obstáculos até a privatização não acabaram

O texto volta agora para a Câmara e deve ser votado na segunda-feira. Embora os analistas não vejm obstáculos nessa etapa, os próximos meses podem trazer novos atritos

comissão no senado

Relator da CPI da Pandemia divulga lista de investigados; confira

Na condição de investigados, a CPI poderá também aprovar quebra de sigilos e operações de busca e apreensão em endereços ligados a eles

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies