Menu
2019-08-23T15:55:39-03:00
Ela não para!

Caixa avalia mudança para taxa prefixada no financiamento imobiliário

Banco está avaliando excluir todo tipo de indexador e adotar taxa prefixada para o financiamento da casa própria

23 de agosto de 2019
15:55
Caixa Economica Federal
Imagem: Shutterstock

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, afirmou que após lançar esta semana uma linha de financiamento imobiliário atrelada ao IPCA, índice oficial de inflação, o banco está avaliando excluir todo tipo de indexador e adotar taxa prefixada para o financiamento da casa própria.

A mudança deve ocorrer até o fim do governo, mas estaria atrelada ao desenvolvimento do mercado de securitização de créditos imobiliários e da manutenção de um quadro de inflação controlada por longo prazo.

"Da mesma maneira que a gente está oferecendo TR (Taxa Referencial) e IPCA, o objetivo é, se couber na matemática da Caixa, até o final do governo, daqui a três anos e meio, oferecer uma taxa sem correção nenhuma", disse após palestra na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Segundo Guimarães, a vantagem de adotar uma taxa prefixada é tirar o componente de incerteza do financiamento, por se tratar de um valor fixo. A criação de linhas indexadas ao IPCA é o primeiro passo para viabilizar o plano, diz, por ser a base para o desenvolvimento do mercado de securitização de longo prazo, em que a instituição empacota os créditos e vende a investidores.

"Quero criar um mercado de dez anos. A vida média da nossa carteira de crédito imobiliário é de 12 anos, então não adianta tanto criar mercado de securitização de dois anos. Quando você cria um mercado de securitização de 12 anos fica muito mais fácil ir para o último passo, que é fazer sem securitização", explicou.

O executivo voltou a dizer que a Caixa pretende vender 50% de todo o crédito que for originado anualmente com as linhas corrigidas pelo IPCA. Dessa forma, o banco terceiriza o risco dos financiamentos. O executivo afirmou que nos últimos dois dias o banco já recebeu mais de 500 mil consultas de clientes interessados na nova modalidade. Depois, em entrevista, disse que o número na verdade já chega a 600 mil.

Guimarães disse que considera uma inflação de 3% ao ano a 4% ao ano possível de precificar. O importante em sua análise é que haja um quadro de estabilidade contínua, ainda que com um ano ou outro de inflação mais alta. Isso porque no caso dos financiamentos com taxa prefixada, o risco fica com o banco, que terá que adotar também instrumentos de hedge.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Cogna, o trade da moda, virou pó

Um trade da moda chamou a atenção recentemente: as opções de compra (call) de Cogna, a antiga Kroton. O papel atraiu diversas pessoas físicas e movimentou as discussões nas redes sociais. Para quem não está familiarizado com investimento em opções, basicamente a ideia neste caso era pagar um valor para ter o direito de compra […]

Popularidade em alta

Para 47%, Bolsonaro não tem nenhuma culpa por mortes relacionadas à Covid-19

Quase metade dos brasileiros, 47%, considera que o presidente Jair Bolsonaro não tem culpa pelos óbitos relacionados à Covid-19 no Brasil, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, 15, pelo jornal Folha de S. Paulo. Os que acham que Bolsonaro tem responsabilidade somam 52%. A pesquisa foi feita por telefone com 2.065 brasileiros adultos que têm […]

Popularidade recorde

Eurasia aponta que chances de impeachment de Bolsonaro caem para 10%

Melhora na popularidade do presidente Jair Bolsonaro reduz as chances, que já eram remotas, de um impeachment, segundo avaliação da consultoria de risco político.

Contaminação

Setor vê jogada comercial da China em notícia sobre frango com Covid-19

Embora a China não deva anunciar embargo à carne do Brasil, a divulgação já prejudicou o produto nacional. Segundo fontes, podem haver motivos políticos e comerciais envolvidos.

MEDO DE PERDER DINHEIRO FAZ BEM

As vantagens de ser um investidor covarde

Você tem que ter medo. O excesso de confiança é muito perigoso. O Bobby Axelrod fala isso em um episódio do Billions: ‘eu sinto o gosto do medo na garganta, eu não quero ficar pobre

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements