Menu
2019-04-04T14:09:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ampliando as vendas

BRF abre o olho para oportunidade de exportação de carne para a China após casos de gripe suína

CEO da empresa estima que, se a produção chinesa de suínos cair 10%, o país passaria a importar mais 5,5 milhões de toneladas

3 de abril de 2019
16:35 - atualizado às 14:09
Pedro Parente, CEO da BRF
Pedro Parente, CEO da BRF - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O CEO da BRF, Pedro Parente, afirmou neta quarta-feira, 3, que a gripe suína na Ásia "abre uma perspectiva" para a empresa na exportação de proteína, com destaque para carne suína e frango. Ele citou a notícia de que a peste pode ter se espalhado também para o Japão, e se for confirmada, poderá ser "transformacional" para a empresa.

"Me incomoda que a gente possa se beneficiar de um evento que é uma peste, mas é uma realidade", disse, completando: "O ano passado foi o pior da história da BRF, por fatores exclusivos".

Segundo ele, se a produção chinesa de suínos cair 10%, isso geraria uma necessidade adicional de importação de 5,5 milhões de toneladas. "Isso é mais de 60% do atual 'trade'. Não acho que exista alguém no mundo preparado para isso", apontou. Parente ponderou, no entanto, que o ganho não ocorrerá no curto prazo, pois, por enquanto, há uma oferta grande em razão dos abates no país chinês.

Segundo ele, hoje apenas uma única unidade, em Santa Catarina, está habilitada para exportar carne suína com osso para a China. Por isso, disse, novas habilitações passaram a ser assunto estratégico para a BRF. "É uma romaria habilitar uma planta. Chegamos à conclusão na BRF que é um assunto estratégico, que requer de nós atenção muito grande", disse.

Ele destacou que, mesmo com a atual conjuntura, acha improvável que a gripe suína e a mudança potencial no cenário de exportação de proteína façam a União Europeia repensar barreiras nesse aspecto.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

fintech do Mercado Livre

Mercado Pago recebe aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs

Os recursos têm como destino a divisão de crédito da instituição, o Mercado Crédito, e servirão para expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que usam o Mercado Pago e o Mercado Livre

presidente popular

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40%, diz Ibope

Após cair ao longo do primeiro ano de governo, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro disparou agora em setembro, na comparação com dezembro do ano passado

218.679 pedidos

Pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro, diz Economia

Os pedidos de seguro-desemprego somaram 218.679 nos primeiros 15 dias de setembro

maiores altas percentuais

IRB, PetroRio e CVC são destaques do Ibovespa em dia de bom humor nos EUA

Por volta das 15h30, o principal índice de ações da B3 sobe 1,73%. IRB Brasil e CVC estão entre os três papéis que mais perderam valor na bolsa em 2020

após relatório da inflação

Retomada indica que País está acima da média de emergentes, diz Campos Neto

Presidente do BC disse que a autoridade monetária tem posição de “absoluta tranquilidade” em relação à inflação e afirmou não acreditar que a alta nos preços de alimentos neste ano possa impactar a inflação em 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements