Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:09:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ampliando as vendas

BRF abre o olho para oportunidade de exportação de carne para a China após casos de gripe suína

CEO da empresa estima que, se a produção chinesa de suínos cair 10%, o país passaria a importar mais 5,5 milhões de toneladas

3 de abril de 2019
16:35 - atualizado às 14:09
Pedro Parente, CEO da BRF
Pedro Parente, CEO da BRF - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O CEO da BRF, Pedro Parente, afirmou neta quarta-feira, 3, que a gripe suína na Ásia "abre uma perspectiva" para a empresa na exportação de proteína, com destaque para carne suína e frango. Ele citou a notícia de que a peste pode ter se espalhado também para o Japão, e se for confirmada, poderá ser "transformacional" para a empresa.

"Me incomoda que a gente possa se beneficiar de um evento que é uma peste, mas é uma realidade", disse, completando: "O ano passado foi o pior da história da BRF, por fatores exclusivos".

Segundo ele, se a produção chinesa de suínos cair 10%, isso geraria uma necessidade adicional de importação de 5,5 milhões de toneladas. "Isso é mais de 60% do atual 'trade'. Não acho que exista alguém no mundo preparado para isso", apontou. Parente ponderou, no entanto, que o ganho não ocorrerá no curto prazo, pois, por enquanto, há uma oferta grande em razão dos abates no país chinês.

Segundo ele, hoje apenas uma única unidade, em Santa Catarina, está habilitada para exportar carne suína com osso para a China. Por isso, disse, novas habilitações passaram a ser assunto estratégico para a BRF. "É uma romaria habilitar uma planta. Chegamos à conclusão na BRF que é um assunto estratégico, que requer de nós atenção muito grande", disse.

Ele destacou que, mesmo com a atual conjuntura, acha improvável que a gripe suína e a mudança potencial no cenário de exportação de proteína façam a União Europeia repensar barreiras nesse aspecto.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

De onde vem o dinheiro?

Governo confirma Auxílio Brasil em R$ 400, mas sem revelar de onde vai tirar o dinheiro para bancar o benefício

O ministro da Cidadania não respondeu às perguntas da imprensa nem confirmou a fonte de renda para o novo programa social, o que é a grande preocupação dos mercados

O que vem depois da lua?

Depois do recorde: até onde vai a alta do bitcoin? Especialista em criptomoedas responde

Depois da aprovação do primeiro ETF em criptomoedas, o bitcoin (BTC) não para de subir e as estimativas são otimistas — mas os EUA podem mudar o jogo

Analistas respondem

Ações da Vale aprofundam queda com sinais ruins do relatório de produção e vendas no 3º trimestre. Hora de comprar VALE3?

Analistas apontam que, enquanto a produção foi sólida, a venda de minério de ferro veio abaixo do esperado até pelas estimativas mais conservadoras

Puxando os ETFS

Chove bitcoin, molha ETF: fundos de índice brasileiros sobem até 19% em dia de recorde do BTC

Enquanto o primeiro ETF de criptomoeda dos Estados Unidos avança tímidos 3%, na B3, o avanço é de até 19,78%

Cabo de guerra

Sem explicar origem da verba, Bolsonaro confirma Auxílio Brasil em R$ 400 e promete respeitar teto de gastos

Apesar da promessa do presidente, o governo flerta com a flexibilização do teto para conseguir arcar com o valor do benefício

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies