Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:19:00-03:00
Estadão Conteúdo
Banco de fomento

Subsídios do Tesouro ao BNDES somaram R$ 390,089 milhões no primeiro bimestre

Dados divulgados nesta sexta-feira mostram que quase todo o valor se refere aos subsídios implícitos nos empréstimos do Tesouro

29 de março de 2019
17:48 - atualizado às 14:19
BNDES
Imagem: Shutterstock

Os subsídios pagos pelo Tesouro Nacional ao BNDES somaram R$ 390,089 milhões no primeiro bimestre de 2019, de acordo com boletim divulgado nesta sexta-feira, 29, pelo órgão. Quase a totalidade se refere aos subsídios implícitos (creditícios) nos empréstimos do Tesouro ao banco de fomento. Essa conta somou R$ 388,049 milhões de janeiro a fevereiro. O valor é bem menor que os R$ 1,231 bilhão apurados no primeiro bimestre de 2018.

Essa redução decorre principalmente da liquidação antecipada de empréstimos do BNDES com a União, por meio da devolução de R$ 130 bilhões ao Tesouro no ano passado. Também houve uma alteração na remuneração de contratos do banco de fomento, passando apenas da antiga Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) para uma composição entre Selic, TJLP e a nova Taxa de Longo Prazo (TLP).

Já os subsídios explícitos (financeiros) que correspondem à equalização de juros do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) somaram R$ 2,039 milhões no primeiro bimestre. O valor também é inferior aos R$ 3,084 milhões registrados no mesmo período do ano passado. Nesse caso, a tendência de redução ocorre porque desde 2015 não são contratadas novas operações do PSI.

O Tesouro forneceu ainda a estimativa em valor presente do custo dos subsídios já contratados. A projeção para os subsídios creditícios é de R$ 32,172 bilhões até 2040, mas esse valor deve cair a partir de novas devoluções antecipadas de recursos pelo BNDES ao Tesouro negociadas para este ano. Já a projeção para os subsídios financeiros do PSI é de R$ 7,161 bilhões até 2041.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mais uma na lista

Fila de espera da B3 volta a crescer com registro de pedido de IPO da Ammo Varejo na CVM

A empresa, especializada em produtos de cama, mesa e banho, possui licença de uso da Artex, além de deter as marcas MMartan e Casa Moysés

Olimpíadas da bolsa

Ibovespa acima dos 140 mil pontos? Para a maioria dos assessores da XP, isso deverá ocorrer ainda em 2021

A pesquisa entrevistou profissionais do ramo para obter a visão dos assessores e, principalmente, dos seus clientes sobre os rumos da bolsa brasileira

Um olho no peixe...

EUA: Casa Branca comemora avanço do PIB no 2º trimestre, mas alerta para incertezas econômicas

O governo defendeu sua proposta de investimentos em infraestrutura como instrumento importante para manter o ritmo de crescimento

roxinho com mais crédito

Nubank promete aumentar limite em cartão de crédito de 35 milhões de clientes

Segundo a companhia, até o final de 2021, 10 milhões de clientes serão impactados pela novidade do cartão; três milhões em agosto

A vida depois da pandemia?

Ações da Multiplan sobem 5% após balanço que mostra recuperação dos shoppings

Resultados mostram avanço nas vendas e nas receitas de aluguel, à medida que a vacinação avança e os shoppings reabrem

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies