Menu
2019-10-17T18:27:52-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Tá bem na fita

Santander recomenda compra das ações do Banco Pan, chama ativo de “melhor dos dois mundos” e papéis disparam na bolsa

Setor de investimentos do banco espanhol iniciou sua cobertura das ações com um preço-alvo de R$ 14

17 de outubro de 2019
15:54 - atualizado às 18:27
Banco Pan
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Se você tivesse que apostar em um banco para surfar na onda da revolução digital, em qual deles você colocaria as suas fichas? A pergunta pode parecer difícil, mas os analistas de investimentos do banco Santander já têm uma resposta na ponta da língua: o Banco Pan.

O banco espanhol inaugurou nesta semana sua cobertura de Pan e, logo de cara, já recomendou a compra dos papéis, com preço-alvo de R$ 14. Para você ter uma ideia, as ações preferenciais (BPAN4) hoje são negociadas em torno dos R$ 8,50. Se confirmada a expectativa dos analistas, os papéis acumulariam uma valorização de cerca de 60% em 12 meses.

De acordo com relatório divulgado nesta quinta-feira (17), os analistas enxergam o Pan "a forma mais barata de exposição ao cenário digital do Brasil ". Segundo eles, a estratégia totalmente digital do banco tem o potencial de converter uma parte significativa de sua tradicional base de clientes para os canais digitais. Seria, portanto, o melhor de dois mundos: um crescimento digital robusto aliado a uma estrutura de fundamentos consolidada.

Lá na bolsa, as indicações do Santander parecem ter surtido rápido efeito. As ações do Pan disparavam mais de 10% no meio da tarde. Confira a nossa cobertura completa de mercados neste link.

Monetizando

Outro aspecto positivo do Pan é o fato de já ter implantado um sistema de empréstimos para monetizar sua base de clientes. Esse é um movimento recente quando falamos em bancos digitais brasileiros, e a boa largada do Pan anima os analistas.

Além disso, o histórico de administração de empréstimos do banco é bastante positivo, o que fundamenta ainda mais a expectativa positiva.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Contas analisadas

CMN aprova balanço do Banco Central no 2º semestre de 2019, com lucro de R$ 64,5 bilhões

Com os R$ 21,04 bilhões de lucro no primeiro semestre, o resultado total do ano para a instituição em 2019 foi de R$ 85,57 bilhões

Novidade na área

Caixa confirma parceria om Visa em cartões

Acordo marca o primeiro negócio fechado pelo banco público para constituir um braço de meios de pagamentos

Ano trágico

Vale tem prejuízo de US$ 1,7 bilhão em 2019; provisões e despesas por Brumadinho chegam a US$ 7,4 bilhões

A Vale fechou 2019 com um prejuízo bilionário, fortemente pressionada pelas provisões relacionadas ao rompimento da barragem em Brumadinho — efeitos que superaram em muito os ganhos relacionados à valorização do minério de ferro no ano

Gigante do varejo

Carrefour registra lucro líquido a controladores de R$ 636 milhões no 4º trimestre de 2019

Resultado representa uma alta de quase 20% na comparação com o mesmo período do ano anterior

Adiou de vez

Bolsonaro confirma envio de reforma administrativa só depois do carnaval

Presidente disse que a reforma administrativa está “madura”, embora ainda não esteja pronta

Na ponta do lápis

Vale, SulAmérica, Carrefour e B2W: os balanços que movimentam o mercado no pré-Carnaval

Na maratona de balanços anuais de 2019, novos peso-pesados do mercado anunciaram seus números

Retorno maior com juro baixo

Menos liquidez, mais diversificação: como os clientes ricos do Itaú andam investindo

Com juro baixo, clientes private do Itaú vêm reduzindo alocação em renda fixa pós-fixada e migrando para ativos com mais risco de mercado ou liquidez, como ações, multimercados e investimentos de baixa liquidez.

Seu Dinheiro na sua noite

Hoje tem recorde do dólar?

Tem, sim senhor. Em mais um dia sem a presença do Banco Central no mercado, a moeda do país de Donald Trump tirou tinta dos R$ 4,40, mas perdeu um pouco de força e fechou aos R$ 4,391, alta de 0,60%. A alta recente do dólar, um movimento que na verdade começou lá em agosto […]

Sem alívio

Mais uma sessão, mais um recorde: dólar segue em alta e chega pela primeira vez aos R$ 4,39

O mercado de câmbio continuou pressionado pelo coronavírus e pela fraqueza da economia doméstica. Nesse cenário, o dólar à vista ficou a um triz de bater os R$ 4,40, enquanto o Ibovespa caiu mais de 1% e voltou aos 114 mil pontos

Ele fica

Ministro chama de ‘maior mentira’ história de pedido de saída de Guedes

Ruído sobre eventual saída do titular da Economia do governo se espalhou pelos mercados nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements