Menu
2019-04-02T19:01:20-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Privatizações

Banco do Brasil avança em processo de venda de participação na Neoenergia

O BB entrou em acordo com a espanhola Iberdrola, sócia na companhia, para se desfazer das ações por meio de uma oferta pública de ações na bolsa

2 de abril de 2019
19:01
Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil
Rubem de Freitas Novaes - Imagem: Reprodução/YouTube

O Banco do Brasil deve dar início ao processo de venda de participações consideradas não-estratégicas na gestão do novo presidente Rubem Novaes com a participação de 9,3% que detém na Neoenergia.

O BB entrou em acordo com a espanhola Iberdrola, sócia na companhia, para se desfazer das ações por meio de uma oferta pública de ações na bolsa, afirmou Novaes a jornalistas.

Questionado se a operação pode acontecer ainda neste semestre, o presidente do Banco do Brasil respondeu simplesmente: "Se Deus quiser". A oferta de ações da Neoenergia vai ser coordenada pela própria área de banco de investimento do BB, além dos americanos Bank of America Merrill Lynch (BofA) e J.P. Morgan.

"A linha mestra é se desfazer do que não tem relação nem sinergia com as atividades na nave-mãe do banco", afirmou Novaes, que participou hoje de evento promovido pelo Bradesco BBI.

Além das participações em empresas, o Banco do Brasil pretende vender participações em unidades de negócio como o banco de investimentos e a BB DTVM, área de gestão de fundos.

Nos dois casos, o caminho provável que o banco deve adotar antes da venda na bolsa é uma parceria com um sócio estratégico, segundo Novaes.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies