O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2019-08-26T18:34:06-03:00
Estadão Conteúdo
dados divulgados hoje

Rolagem segue em redução em títulos de longo prazo, diz BC

Em agosto, até o dia 22, a taxa de rolagem de títulos foram de 745%

26 de agosto de 2019
18:34
Fachada do Banco Central do Brasil (BC); greve servidores
Imagem: Arnaldo Jr./Shutterstock

O chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, comentou nesta segunda-feira, 26, que a taxa de rolagem para títulos de longo prazo continua na trajetória de redução, com migração dessas operações para empréstimos externos. Em agosto, até o dia 22, a taxa de rolagem de títulos foram de 745%. "Houve um ingresso de US$ 168 milhões, com remessas de apenas US$ 22 milhões até agora", detalhou.

No caso dos empréstimos, a taxa de rolagem até o dia 22 de agosto está 356%. Com isso, a taxa de rolagem total em agosto, até do dia 22, é de 365%.

O Banco Central informou nesta segunda que a taxa de rolagem de empréstimos de médio e longo prazos captados no exterior ficou em 83% em julho. Esse patamar significa que não houve captação de valor em quantidade para rolar compromissos das empresas no período.

De acordo com os números apresentados nesta segunda pelo BC, a taxa de rolagem dos títulos de longo prazo ficou em 2% em julho. Em igual mês de 2018, havia sido de 328%. Já os empréstimos diretos atingiram 222% no mês passado, ante 103% de julho do ano anterior.

No ano até julho, a taxa de rolagem total ficou em 76%. Os títulos de longo prazo tiveram taxa de 24% e os empréstimos diretos, de 154% no período. O BC estima taxa de rolagem de 85,0% para 2019.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies