Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-12T09:36:25-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Gradual demais

Indicador de atividade cai no trimestre, fortalecendo corte de 0,5 ponto na Selic

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) sobe acima do previsto em junho, mas cai 0,13% no segundo trimestre

12 de agosto de 2019
9:36
Setas-abaixo-acima
Imagem: Shutterstock

A atividade econômica na métrica do Banco Central (BC) surpreendeu para cima na passagem de maio para junho, mas olhando a variação trimestral, o IBC-Br teve queda de 0,13%, no segundo trimestre contra o primeiro. Resultado que ajuda a reforçar as apostas de um novo corte de meio ponto na Selic, no próximo encontro do Comitê de Política Monetária (Copom).

No lado dos nossos investimentos, como já escrevemos, acabou a mamata do juro, o tal 1% ao mês vai exigir tomada de risco e sofisticação dos investimentos. Fica a aqui a dica de leitura da matéria da Julia Wiltgen sobre o que fazer com a Selic voltando a cair. Também deixo como sugestão o nosso e-book gratuito sobre perspectivas de investimento no segundo semestre. No fim da matéria estão dois links com dicas de investimentos para investidores conservadores e arrojados.

De volta aos números do IBC-Br, o indicador teve alta de 0,3% na passagem de maio para junho, acima dos 0,10% estimados pelos analistas ouvidos pelo “Projeções Broadcast”. O resultado de maio foi revisado de 0,54% para 1,01%.

Como o indicador sofre revisões constantes, a leitura em 12 meses é mais estável e mostra crescimento de 1,08%. No ano até junho, o IBC-Br tem variação positiva de 0,62%. Na comparação trimestre contra igual trimestre do ano anterior, há uma alta de 0,85%.

A leitura trimestral negativa do IBC-Br pode trazer de volta discussões sobre a possibilidade vermos uma recessão técnica, caracterizada por dois trimestres seguidos de variação negativa do Produto Interno Bruto (PIB).

No primeiro trimestre, a economia encolheu 0,2%. No fim do mês, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresenta os dados e há diferenças metodológicas com relação ao indicador do BC que podem garantir um resultado positivo.

E a Selic?

Atividade em lenta retomada e inflação e expectativas na meta, alimentam as expectativas de novos cortes na Selic, atualmente fixada em 6% ao ano. O Copom volta a se encontrar em 18 de setembro e as projeções devem se concentrar em torno de um novo corte de meio ponto.

O boletim Focus divulgado nesta manhã estima Selic de 5% no fim de 2019, contra 5,25% há uma semana. Para 2020, foi mantida a avaliação de juro básico em 5,5%.

Na semana passada, o presidente Roberto Campos Neto reforçou a mensagem de há espaço para ajuste adicional dos juros, como dito na última reunião do Copom, mas que a tomada de decisão depende, naturalmente, da evolução do cenário até as próximas reuniões.

O que está mudando é o lado externo, onde o aumento das tensões entre EUA e China pressiona os mercados e a cotação do dólar. Nesta segunda-feira, o dólar abriu sob forte pressão compradora e logo testou a linha dos R$ 4.

Também no radar dos investidores, as perspectivas com relação às eleições da Argentina, onde o candidato à reeleição, Mauricio Macri, perdeu as prévias eleitorais para o Alberto Fernández, que tem Cristina Kirchner como vice.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

parecer do relator da reforma

Dividendos recebidos por fundos de investimento; veja novas mudanças em 4 pontos

Relator da reforma do Imposto de Renda inseriu em seu parecer a previsão de que os lucros e dividendos recebidos por fundos de investimento serão tributados em 5,88%

seu dinheiro na sua noite

Com alta da Petrobras, Ibovespa fecha terça no azul; veja os destaques

Dia teve tanto o Ibovespa quanto o dólar em uma verdadeira montanha-russa, mas altas de Vale e Petrobras garantiram fechamento no azul

FECHAMENTO DO DIA

Vale puxa o Ibovespa e garante alta do dia, mas dólar avança com temores fiscais na véspera do Copom

Em Nova York, a volatilidade foi mais comedida. No Brasil, o conturbado cenário interno trouxe dor de cabeça e tensão para o Ibovespa e o câmbio

Chama o Max!

Como ter renda extra através de ações? Max Bohm explica os diferentes tipos de proventos!

Já pensou viver de renda? É o sonho de muitos brasileiros. Max Bohm, analista da Empiricus, explica quais são os diferentes tipos de proventos recebidos por um acionista. Confira agora!

Com preço no piso da faixa indicativa, Raízen movimenta R$ 6,9 bilhões no IPO; veja o que vem a seguir para esta ação

Ação da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell é precificada a R$ 7,40 e começará a ser negociada no próximo dia 5

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies