Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-25T11:06:57-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olho nos números

Petrobras, Vale, Renner, Ambev e Usiminas: os balanços que movimentam os mercados nesta sexta-feira

Maratona de números promete movimentar a bolsa. Para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada empresa

25 de outubro de 2019
10:08 - atualizado às 11:06
Balanço/ análise/ relatórios
Imagem: Shutterstock

A temporada de resultados empresariais do terceiro trimestre de 2019 está ainda em sua primeira semana. Mas já há grandes destaques da bolsa que divulgaram seus resultados entre a noite desta quinta-feira (24) e a manhã desta sexta.

  • Receba um ebook gratuito com os segredos de quem já lucrou muito em diversos cenários e desvende como seguir os seus passos.

A maratona de números ajuda a movimentar a bolsa brasileira. Hoje, o Ibovespa abriu em alta, recuperando o patamar dos 107 mil pontos. O índice avançava 0,68% na manhã desta sexta-feira, chegando aos 107.712 pontos. O dólar à vista voltou a cair, recuando 0,74% para R$ 4,0140. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

Mas para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados trimestrais das empresas, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada companhia. Confira como foi o trimestre de Petrobras, Vale, Renner, Ambev e Usiminas.

Petrobras

A Petrobras colheu os frutos do aumento da produção e registrou um lucro líquido de R$ 9,087 bilhões no terceiro trimestre deste ano, alta de 36,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O resultado foi impulsionado pelo aumento da produção de óleo e gás e pelos recursos provenientes da venda da participação na BR Distribuidora, que somaram R$ 13,9 bilhões. Confira em detalhes. 
  • Lucro líquido: R$ 9,087 bilhões (↑36,8%)
  • Receita líquida: R$ 77 bilhões (↓13,5% )
  • Ebitda: R$ 32,5 bilhões (↑9,1%)

Vale

A Vale deu o primeiro sinal de que o desastre de Brumadinho começa a ser superado — ao menos, do ponto de vista financeiro. A mineradora reportou um lucro líquido de US$ 1,654 bilhão no terceiro trimestre deste ano, uma alta de 17,4% em relação aos ganhos de US$ 1,4 bilhão registrados no mesmo período de 2018. Veja nesta matéria como foi o trimestre da mineradora.

  • Lucro líquido:US$ 1,654 bilhão (↑ 17,4%)
  • Receita líquida: US$ 10,217 bilhões (↑ 7,1%)
  • Ebitda: US$ 4,6 bilhões (↑6,42%)

Renner

As Lojas Renner divulgaram, após o fechamento do pregão desta quinta-feira (24), resultados trimestrais abaixo das expectativas do mercado. A varejista registrou lucro líquido de R$ 189,3 milhões no terceiro trimestre, queda de 2,6% ante os R$ 194,2 milhões auferidos no mesmo período de 2018. A receita líquida de R$ 1,932 bilhão representou uma alta de 12,9% ante o mesmo trimestre do ano anterior. Saiba mais. 

  • Lucro líquido: R$ 189,3  milhões (↓2,6%)
  • Receita líquida: R$ 1,932 bilhão (↑ 12,9%)
  • Ebitda: R$ 360,4 milhões (↑3,9%)

Ambev

A Ambev apresentou um lucro líquido de R$ 2,498 bilhões no terceiro trimestre deste ano, 11,6% a menos que a cifra do terceiro trimestre do ano passado e um pouco abaixo dos R$ 2,561 previsto por analistas ouvidos pela Bloomberg. A companhia disse que a piora do desempenho reflete a maior despesa de imposto de renda. O Ebitda ajustado atingiu R$ 4,410 bilhões no terceiro trimestre, 4,0% abaixo do registrado em igual período do ano passado. Já a receita líquida consolidada teve alta de 8,1% no terceiro trimestre, chegando a R$ 11,958 bilhões.

  • Lucro líquido:R$ 2,498 bilhões (↓11,6%)
  • Receita líquida: R$ 11,958 bilhões (↑ 8,1% %)
  • Ebitda: R$ 4,410 bilhões (↓4%)

Usiminas

A Usiminas apresentou prejuízo ajustado de R$ 139 milhões no terceiro trimestre, ante o lucro líquido de R$ 289 milhões no mesmo período de 2018- analistas ouvidos pela Bloomberg previam lucro de R$ 70 milhões. O Ebitda ajustado somou R$ 441 milhões, queda de 37% sobre os R$ 703 milhões do terceiro trimestre do ano passado. A receita líquida ficou estável, em R$ 3,850 bilhões.

  • Prejuízo líquido: R$ 139 milhões
  • Receita líquida: R$ 3,850 bilhões
  • Ebitda: R$ 441 milhões (↓37%)
Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies